sábado, julho 28, 2012

Sausalito: " Pequena Notável "




















Pode-se ir de carro, atravessando a famosa ponte,  ou de ferry boat, partindo do Pier 39,  e chegar-se, assim,  facilmente, à pequena e encantadora cidade de Sausalito, que está somente há 8 km da Baía. Fundada em meados do século XIX , essa aldeia de pescadores foi uma das primeiras comunidades a serem estabelecidas ao norte da Baía de San Francisco - o que lhe dá um mérito histórico. O nome Sausalito deriva de Sauce, uma ávore que se desenvolvia bem junto aos poços de água e aos mananciais subterrâneos.























Em seu passado também, aparecem informações sobre sua condição de fazer negócios marítimos, chegando a ser  um importante estaleiro. Durante a Segunda Guerra, esse estaleiro construíram os Liberty Ships, para serem usados nas frentes europeias. Atualmente recebe muitos barcos e iates luxuosos de todo o mundo. Nos anos 60, apareceram as casas flutuantes, construídas por boêmios e artistas e que hoje são pontos turísticos muito visitados. Antes da crise imobiliária dos US , Sausalito estava entre os lugares mais caros para se estabelecer residência, comprando uma área neste lugar.























Podem  também caminhar pela Brigdeway Avenue, que serve de calçadão ( termo bem nosso!) , observando seu aspecto multicolorido; ver a marina com tantos e bonitos iates e barcos; observar a paisagem, que tem ,por um lado a baía, pelo outro, as encostas de  montanha.O clima é agradável ; a cidade tem prestígio como centro residencial e comercial - A Village Fair, um antigo armazém, hoje congrega muitas lojas e atrações.





















Há, ainda, pontos muito especiais que recisam ser mencionados: o Sausalito Art Festival, mundialmente conhecido, e a  vista de San Francisco - quando fiz a foto, havia muita neblina -  que somente ela já vale a visita à pequena e elegante Sausalito, com suas muitas casas encravadas na montanha. É um passeio que pode ser feito na metade de um dia.























PS. Li que San Francisco pode ser visto em quatro dias. Impossível. A cidade precisa - e merece - muito mais tempo que isso. Faltou-me tempo para visitar, entre outros lugares, Castro, o primeiro bairro gay do mundo. Queria visitá-lo como homenagem à opção de maravilhosas pessoas amigas minhas e como homenagem também ao filme Milk, tão sensível e bonito.