quinta-feira, dezembro 10, 2015

Volver a Andaluzia....Sevilha


Concurso de Bandas
É a quarta vez que venho a Sevilha. Já escrevi sobre ela no Correndomundo - http://www.correndomundo.blogspot.com.br/search/label/Sevilha - Decidi, no entanto,  que publicaria algumas fotos desta última viagem e apenas relataria algo novo que vi : o Concurso de Bandas, realizado como parte da Feira do Cavalo Andaluz.

Beleza e disciplina
Em frente à Torre Giralda, num espaço demarcado, onde em nenhum momento a população deixou de respeitos os limites, aconteceu a apresentação das oito finalistas do do Concurso Nacional de Bandas. Gente bonita.Uniformes bonitos. Músicas lindas. Cada grupo apresentava uma peça músical durante três minutos e , em outros três minutos, fazia demonstrações da bateria. Não era o julgamento; era, apenas, uma exibição pública. Seguiram, depois, para o SICAB.


Divulgação da Feira
SICAB é um evento organizado pela Associação Nacional de Criadores de Cavalos de Pura Raça Espanhola (ANCCE). Reúnem ali, a cada ano, criadores de cavalos, treinadores, veterinários e esportistas de diferentes países, que  participam desse encontro para conhecer as novidades do setor e participar de concursos e campeonatos esportivos. Trata-se de um evento bem conhecido na região, que deixa a cidade lotada - hoteis devem ser reservados com bastante antecedência. 

































































As seis fotos acima são do Alcázar de Sevilha, uma das imperdíveis visitas da cidade.  Construído no século XIV, o Alcazar de Sevilha foi reconhecido , em 1987, pela UNESCO, como Patrimônio da Humanidade.Originalmente, no entanto, era um forte para os governantes de Córdoba,fundado no ano de 913. Ao longo de seus onze séculos, portanto, foi ampliado e reformado, agregando-se a ele pátios e palácios. Precisa de duas ou três horas para ser razoavelmente visto. Arquitetura deslumbrante!


                           




























As quatro fotos acima são Catedral. A Catedral impressiona mesmo pela sua magnitude e pela beleza de seu entorno. É o maior templo da Espanha e um dos maiores do mundo, medindo 130 metros de comprimento por 83 metros de largura e 56 metros de altura. Está construída no lugar em que havia, até 1248, uma mesquita, que foi usada como igreja , após Sevilha cair nas mãos dos cristãos.Em 1402,  decidiram ,então, os católicos destruir totalmente a mesquita e  construir a atual catedral.
http://www.correndomundo.blogspot.com.br/search/label/Sevilha






















  
























Passear pelo Bairro Judeu - a antiga Juderia - é envolvente e agradável. Com certeza, é lugar para a gente voltar a ver...e voltar ...e voltar em diferentes estações. A continuidade, sugere um passeio pelo calçadão do rio Guadalquivir, passado pela Torre do Ouro. Na primavera, as laranjeiras floridas enchem de perfume a cidade; após, laranjas verdes e laranjas maduras como agora. Já escrevi que as laranjas são azedas, por serem mais resistentes que as doces? Algumas pessoas no entanto, costumam colhê-las para fazer geleia. 


Centro Histórico de Sevilha
Qualquer visita à Espanha ficará incompleta sem uma visita , ao menos de duas cidades da bela Andaluzia. De Madrid à Sevilha , um confortável trem leva menos de duas horas. Córboba fica no mesmo caminho. Na ida ou na volta, reserve um dia para essa cidade. É também fascinante e muito bonita. Como escreveu Amyr Klint, Um dia é preciso parar de sonhar e, de algum modo, partir.

Alcázar
" Viajar! Perder países!
Ser outro constantemente,
Por a alma não ter raízes
De viver de ver somente."

Fernando Pessoa