segunda-feira, agosto 13, 2012

Family Reunion/2012

Todos os anos, Ronald e eu participamos, em Illinois, de duas reuniões anuais de família: a Reunião dos Kupferschmid - the foster family of Ronald -  e a reunião dos Mckinney , the biological family.  
A reunião da família Kupferschmid aconteceu em junho último, com a presença de todos os filhos, vindos de diferentes países e de diferentes estados - com mais idade, entre os participantes, estão Daniel e Lora, os amorosos pais/avós/bisavós.







Na reunião dos Mckinney ( Vaughn ), os mais velhos somos Ronald e eu - com 20 ou 30 anos, eu não acreditava que esse dia de mais velha ia chegar! Em comum, nas duas reuniões , muitas crianças e muitas histórias novas, além da preparação de muitas comidas. Os participantes trazem também seus jogos preferidos e encontram parceiros entre os parentes. 




Essas reuniões  acontecem anualmente, no verão, durante um dia inteiro, quase sempre, aos domingos, em parques públicos - a de ontem foi no belíssimo Parque Kitchell, na pequena e simpática cidade de Pana. Apesar da falta de chuvas - estamos presenciando uma das maiores estiagens dos últimos quarenta anos - o Parque está bastante verde, com grandes árvores, parques infantis, muitas flores e equipamentos para receber vários grupos ao mesmo tempo.  


Os vários quiosques do Parque, que precisam ser agendados, com antecipação, dão condições para preparar e servir refeições. É claro que, como em qualquer festa neste país,  tem hamburguer, cachorro-quente, batata frita, saladas diversas, muita maionese e tortas doces. Nota-se também presença de comidas mexicanas.





Gosto de observar o comportamento das crianças, que bem refletem a cultura familiar e local. Meninos e meninas, por exemplo, brincam juntos e intercambeiam brinquedos. Duas meninas emprestaram para dois meninos , seus primos, as bonecas e os carrinhos delas, porque preferiram fazer acrobacias num escorregador bem alto. Os meninos, assumiram-se como pais e demonstraram o mesmo cuidado com os bebês que vi alguns pais demonstrarem. 


Como era Dia dos Pais no Brasil, fiz algumas fotos para mostrar essa preparação paterna, tão bonita de se ver e que, tanto quanto eu sei, não é generalizada nem aqui, nem em outros países.  Como escreveu a Janete França Barbosa , no FB hoje, o que está dentro de ti é o que se materializa.


A tradição das reuniões anuais de família  é um acontecimento que me dá uma certa inveja. Não é uma tradição nossa, brasileira. Quando mesmo, com raras exceções,  que as famílias - incluindo avós, tios, tias, irmãos, irmãs, primos , primas, cunhados, cunhadas - costumam encontrar-se, além de casamentos, velórios e divisões de herança?