sábado, dezembro 20, 2014

" Lisboa velha cidade/cheia de encanto..."

Rossio
Enfim descansada! Hoje acordei às 11h, cantarolando essa antiga canção de Amália Rodrigues. Como já era tarde para o café no hotel, fui a uma taverna, entre Restauradores e Rossio, comi dois bolinhos de bacalhau e tomei duas xícaras de café. Paguei 7 euros. Portugal realmente não é um país caro, mesmo em lugares muito turístico como Lisboa. 

Rossio - ao fundo, Castelo de São Jorge.



Pedro , meu neto de 15 anos, continua dormindo. Como hoje é sábado, pensava levá-lo à tradicional Feira da Ladra, onde ele poderia garimpar cds e livros raros. Não consegui, entretanto, acordá-lo. Estava um pouco frio - 3 graus - mas surgiu o sol, e a temperatura aumentou.

Poucos turistas e muito frio

Neste ano, é a terceira vez que visito Portugal. Agrada-me o país e agradam-me muitíssimo os voos diretos, como este da TAP , Porto Alegre / Lisboa. A novidade da vez é Setúbal,  uma pequena cidade, que ainda não conheço e aonde Pedro e eu iremos amanhã. 

Pedro
A decoração de Natal é singela e pouca. Parece haver uma certa nostalgia no país - ou serei eu a nostálgica? Mas o fado é bonito, a comida portuguesa continua boa, a História é presença constante,  as pessoas são gentis e as livrarias, excelentes. Estamos bem.

Pedro explorando o Shopping Vasco da Gama

"Ó mar salgado,quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena."

Fernando Pessoa