sexta-feira, maio 17, 2013

Kavala, a Histórica Neapolis.


Kavala
Eis uma cidade para onde retorno sempre que posso. Toda bonita, entre colinas, águas,  flores, ruazinhas estreitas e com muita gente passeando. Bons hotéis e bons restaurantes com excelente comida grega tradicional. Kavala é alegre, musical, luminosa, como toda a Grécia - talvez um pouco mais, ou os meus olhos tendem a enxergá-la assim. Rica em História, monumentos e paisagens. Um convite permanente para percorrê-la e para explorar  sua região.

Kavala, vista da Cidade Velha

Kavala, segunda maior cidade do norte da Grécia, é capital da unidade regional do mesmo nome e o principal porto do leste da Macedônia. Está situada na Baía de Kavala, em frente à Ilha de Thassos. Localiza-se  nas proximidades da histórica estrada Egnatia. Está a 160 km de Thessaloniki (oeste), a 37 km de  Drama (norte), a 56 km de Xanthi (leste) e a menos de 20 km de Philippi. Todos esses lugares proporcionam passeis bonitos e interessantes.Philippi, então, é fantástico.


Vista da Cidade Velha

A cidade foi fundada por colonos de Thassos, no final do 7 º século a.C. Chamada  de Neapolis , Nova Cidade ,em grego, foi uma das primeiras colônias iniciadas no litoral. Fundaram-na para aproveitar as minas de ouro e as minas de prata do território - especialmente as que foram localizadas na montanha Pangaion nas proximidades - e também para aproveitar seu porto natural e sua estratégica localização. 

Centro antigo

Posteriormente, na época bizantina, seu nome foi mudado para Christoupolis,Cidade de Cristo, provavelmente porque muitos santos, como Lucas, Paulo, Silas e Timóteo, visitaram-na  ao redor de 43 dC. A etimologia do nome moderno da cidade é disputada. Existem algumas explicações, a partir de cavallo, nome italiano, ou de Cabala , devido à grande população judaica da cidade.
 
Bougátsa
Encanta-me caminhar pelas ruas estreitas da parte antiga. São todas ajardinadas, com muitas flores e árvores. Em abril, já se sente a movimentação própria da chegada do verão: mesas na ruas, música, muita gente passseando. Há bons restaurantes em Kavala, que servem comida tradicional grega, comida turca e comida mediterrânea, com ênfase em mariscos, peixes e vegetais frescos e de boa qualidade. Pode-se, ainda, saborear uma bougátsa, massa folhada com creme, feita na hora.

Igreja de São Nicolau

Foi em Kavala ( Neapolis) que o Apóstolo Paulo de Tarso  desembarcou em sua primeira viagem à Europa, vindo de Constantinopla (Istambul ) e indo  para Philippi. Sempre volto  à Igreja de São Nicolau, onde há um monumento que lembra essa chegada de Paulo. É uma igreja linda, toda colorida, com bordados, tapetes e  ícones magníficos. Ali,  rezo por Patati - meu filho, que se chama Paulo de Tarso. Desta vez, além de rezar, acendi uma vela! Coisas de mãe.
Baía de Kavala

Para quem gosta de praia, Kavala e  seu entorno tem muito a oferecer. Para começo de conversa, oferece este azul - único dessas águas tranquilas e temperatura amena na maior parte do ano. As praias mais conhecidas são: Toska, Kalamitsa, Perigialli e Batis.Há belos passeios por montanhas, parques e lugares históricos, como Philippi, de que faremos um post separado e com muitas fotos.


Estátua de Mehmet Ali
Mehmet Ali, o fundador da última  dinastia que governou o Egito, nasceu em Kavala, em 1769, filho de pais albaneses. Na Praça da Cidade Velha, está sua casa, preservada e transformada em Museu. É um belo edifício considerado propriedade do governo egípcio. No centro da praça, encontra-se uma  estátua equestre de bronze, obra  de Dimitriadis,  escultor grego, construída em 1934, em homenagem ao sultão do Egito. A localização é privilegiada. Está no alto de uma colina, de onde se tem belíssima vista de Kavala.

Ao alto, o Castelo de Kavala

O Castelo de Kavala  domina o topo da península, onde a velha cidade foi construída. Durante o período bizantino e mais tarde, as obras de reconstrução e os reparos de fortificação foram feitos por bizantinos, venezianos e turcos. Todas as fases da História  afetaram o castelo e deixaram suas marcas nas paredes. O castelo (Citadel), em sua forma atual, foi construído no século XV. No teatro do Castelo, ao ar livre, na alta temporada, são organizados eventos culturais.

Aqueduto Medieval

Kamares, o Aqueduto Medieval, é um grande monumento com 280 metros de comprimento, divididos em 60 arcos de 4 tamanhos diferentes, e com altura máxima de 25 metros. Assim como outros aquedutos antigos, o escoamento era com superfície livre, apresentando sempre uma inclinação mínima para que a água pudesse correr. Kamares foi obra do período bizantino e sofreu reparos durante o domínio otomano. Foi projetado para conectar a península com o pé da montanha de Lekani e transportar água das maiores fontes dessa montanha. Não é mais usado com essa finalidade, continua, entretanto, emprestando beleza à cidade.

Deliciosas frutas secas
Há dois village muito próximos a Kavala de que gosto muito: Krioneri e Krinides. No primeiro, vivem Alex e Gisela, num lugar tranquilo e numa casa encantadora. No segundo, uma vez  por semana, há um concorrido Street Market, que vende grande variedade de produtos - roupas, sapatos, alimentos, objetos para casa, ferramentas  e artesanato. Desta vez, além de fotografar, comprei passas de damasco, de cereja e de uvas, além de nozes e de deliciosas azeitonas - gregas, é claro, as melhores do mundo.
No Castelo, a Bandeira Grega.

A bandeira grega tem nove faixas, azuis e brancas, horizontais da mesma largura, alternadamente, representando as nove sílabas do lema nacional grego Eleftheria i Thanatos - Liberdade ou Morte, que também era o lema da Guerra da Independência Grega. O quadrado azul, no lado superior, tem sobre ele uma cruz branca, que representa a cristandade ortodoxa grega. 

Com Alex e ...
...com Gisela, meus queridos amigos.
Visitei o Norte da Grécia várias vezes e sempre saio daqui com saudade e com medo de não retornar. Um dia isso será verdade, pois como disse não-sei-exatamente-quemviva cada dia como se fosse o último - um dia você acerta.