sexta-feira, junho 02, 2017

Monreale: Exemplo de Arte Medieval

Catedral de Monreale

Monreale é a primeira visita que faço quando arrivo a Palermo. Ponto de partida. Banho de beleza. Imersão total. Localizada a 11 km de Palermo, pode-se ir num ônibus da empresa AST, que parte de uma pequena estação, que está na frente da Estação Ferroviária Central. A grande atração, a Catedral de Monreale, construída a partir 1174 e dedicada a Santa Maria Nouva.





Claustro
Conta a lenda que Guilherme II dormiu sob uma árvore e que, em  sonho, apareceu a Virgem Maria, dizendo-lhe que mandasse escavar o lugar onde repousava, porque, sob ele, havia uma imensa fortuna. Guilherme obedeceu. Com a escavação, foram encontradas incontáveis moedas de ouro, que pagaram toda a construção. Conta-se também que essa construção foi resultado de uma competição do rei com o arcebispo de Palermo, ambos poderosos e vaidosos...


Atrações de Monreale
Seja qual for a versão que você escolha ou outras que se pode descobrir ou inferir, lá está esse grandioso exemplo de arte medieval, em que um mix de elementos bizantinos, árabes e normandos mostram-se incomparáveis e harmoniosos, deixando-nos realmente atônitos e deslumbrados, a partir dos dois magníficos pórticos, decorados com frisos de mosaico e esculturas em mármore.


Decoração do teto da Catedral

A superfície das paredes está revestida por mosaicos que contam histórias do antigo e no novo testamento, numa extensão de 6430 metros, sendo a segunda maior igreja do mundo com essa quantidade de representações -  antes dela, está Santa Sofia, em Istambul; depois dela, a Basílica de São Marco em Veneza.


Desenhos variados e delicados no piso.
O piso, todo em mármore branca, extraído de pedreiras de Taormina, com detalhes em granito, foi feito mais tarde, entre 1561 e 1570. Apresenta desenhos variadíssimos e de singular beleza. Precisa-se estar atento para olhar em todas as direções, já que a beleza e a singularidade estão em todos os lugares da Catedral.


Mosaicos no interior da Catedral

Também nas paredes, há incrustrações de muitas cores, feitas pelos mais famosos artesãos de mosaico da escola bizantina local, junto com famosos artesãos de mosaico valenciano. Muitas dessas incrustações são feitas imersas sobre fundos de ouro. São obras extraordinárias, com destaque para o Cristo Pantocrator.


Cristo Pantocrator

Na Catedral, encontram-se os sarcófagos de Guilherme I , morto em 1166; a tumba de Margarita de Navarra, esposa de Guilherme I  e de seus  filhos Henrique e Rogério. No altar, conservam-se o coração e as visceras de São Luis de França, morto de peste, na Tunísia, em 1270. Na Sacristia, podem ser visitados muitos tesouros, objetos valiosos da Catedral.


Detalhe do interior da Catedral

À direita da entrada da Catedral, está a entrada para o Claustro do Convento Beneditino - foram os Beneditinos que conservaram essa Catedral e suas riquezas durante todos esses séculos. O Claustro foi construído concomitantemente com a Igreja, ainda no século XII. Visita muito aconselhada.


Coluna do Claustro

Em um quadrado perfeito, medindo 47m X 47 m, o Claustro é admirável em especial por suas colunas e capiteis. São 298 colunas, aos pares, com belas decorações, feitas com desenho geométrico e com uso de ouro, mosaico e pedras preciosas, uma diferente da outra!  Algumas são trabalhadas em baixo relevo, outras lisas e outras incrustradas. Nos capiteis, predominam os motivos bíblicos. Espaço de rara beleza. 


Claustro Beneditino de Monreale

Já estive três vezes em Monreale e já visitei, igual número de vez, a Catedral e o Caustro. Se eu voltar a Sicilia, certamente voltarei a ver esses lugares.




"Boiam leves, desatentos
Meus pensamentos de mágoa,
Como no sono dos ventos,
As algas, cabelos lentos





Do corpo morto das águas.
Boiam como folhas mortas,
A tona de aguas paradas.
São coisas vestindo nadas,





Pós remoinhando nas portas
Das casas abandonadas.
Sono de ser, sem remédio,




Vestígio do que não foi,
Leve mágoa, breve tédio,
Não sei se para, se flui;
Não sei se existe ou se dói."

Fernando Pessoa