terça-feira, outubro 20, 2015

Pássaros,flores,frutas e...javalis.

Paisano
Encaminho-me para encerrar esta temporada em casa, ainda que o conceito de casa me seja um pouco confuso e difuso. Foi um mês com eventos um pouco repetitivos.  Estive em Torres. Chovia muito. Vim para Porto Alegre. Chovia muito. Vim para Alegrete. Chovia muito. Pensei, então,  em mandar um curriculum para Noé, candidatando-me a uma vaga na Arca. Seria uma viagem diferente...Será que Noé tem e-mail?


Gatos da Árvore
Durante esse mês, num fim de semana, estive na Bela União dos meus antepassados - sou proprietária de 20% da sede - onde encontrei novidades relacionadas a cães, gatos e javalis. Entre cães e gatos, gosto mais dos primeiros - e sempre choro de saudades do tempo em que ali viviam Tobi, meu Pastor Tedesco, e Gifford, o Labrador de Ronald. Eles fazem parte das doloridas perdas - e nelas estão entranhados - a dor  ao longo do caminho.

Gatos da Árvore
Cães e gatos - com exceção de Obama, o podlle, fiel companheiro de meu irmão - eu ainda não os conhecia ou não os recordava.. O habitat de alguns gatos, entretanto,  continua sendo bem interessante - Ronald, para dar tranquilidade a eles ao comerem, construiu, no tronco de um cinamomo e numa altura que os cachorros não podiam chegar, um refeitório. O local hoje tornou-se também sala de estar...há sempre um ou mais gatos por ali.


Obama - do Mile - quase um sobrinho...
A invasão de javalis foi a novidade da vez.  Sem predador e com enorme condição reprodutiva, eles chegaram arrasando em Rosário e Alegrete - e,  literalmente, arrasando matos, plantações,pequenos animais. Não tenho ainda clareza sobre o trajeto deles da Ásia  ou -menos provável - da África ou da Europa. Parecem ter chegado pelo Uruguai e , entrado clandestinamente, pela fronteira sul, espalhando-se a partir daqui Espero que ninguém tenha a ideia de buscar o predador natural dos javalis : o tigre asiático...Aprendi a não duvidar de nada!


Renildo , que cuida bem os Quatro Patas.
Não gosto de caçadores. Sou convicta de que matar animais é covardia e maldade. Em se tratando de javalis, minhas convicções balançam. Eles destroem plantações com incrível rapidez. Comem mandioca, batata doce, melancia, abóbora, milho, feijão e tudo mais que encontrarem. Pior que isso, destroem matos, nativos ou não, comendo raízes e quebrando árvores.  Matam animais pequenos e nem tão pequenos, como terneiros. Mais informações podem ser encontradas nos endereços abaixo :http://www.ibama.gov.br/phocadownload/fauna_silvestre_2/texto_para_download/javali%20asselvajado.pdf

Reduto de Seriemas
....Se se sentirem acuados, eles podem atacar pessoas.  O quero-quero e todos os pássaros e as aves que pôem ovos no chão, estão sendo dizimados. Encontrei as pessoas assustadas com essa realidade, desconhecida na região. Em São Paulo liberaram o abate. Meu medo é a inconsciência e maldade das gentes - vejo possível que , ao saírem para buscar javalis, matem também outros animais, como tatus e lebres. É triste quando se observa que o ser humano pode ser assim, tão destrutivo.

Condomínio feito por Ronald
Retorno a Torres, com a esperança de dias ensolarados, enquanto me organizo para encarar o inverno europeu. Levo imagens bonitas, na memória e na câmera, de flores, árvores e pássaros, especialmente do lugar onde nasci e para onde desejo voltar, definitivamente, para junto às cinzas de Ronald Mckinney. Antes disso, preciso fazer algumas viagens já planejadas. Time,please!

Casa construída para Tobi
“Convicções profundas, só as têm as criaturas superficiais. Os que não reparam para as coisas quase que as vêem apenas para não esbarrar com elas, esses são sempre da mesma opinião, são os íntegros e os coerentes. A política e a religião gastam dessa lenha, e é por isso que ardem tão mal ante a Verdade e a Vida.”
Fernando Pessoa.

Pássaros.....
...flores....
....frutas. Vida.