terça-feira, setembro 15, 2015

Tlaquepaque - recomendo!

Mural projetado por Diego Rivera e executado por Fernando Cordero

Tlaquepaque ( pronuncia-se Tlake pake) , historicamente conhecida como San Pedro Tlakepake, localiza-se no estado de Jalisco, muito próximo de Guadalajara -  20 minutos de carro. Se não fosse sua forte identidade , poderia ser confundida com um bairro da cidade maior e mais conhecida.

Arte nas ruas
É , de fato uma cidade pequena, mas de grande importância para o país, principalmente pela beleza e pela boa qualidade de seu artesanato. Acredito tê-la percorrido quase toda...e tracei três ou quatro ruas somente. Há, entretanto, muito o que ver, a começar pelas casas, pintadas com fortes cores,  e as muitas obras de arte em espaços públicos - uma das minhas utopias ....


Coreto e Igreja Apóstolo Paulo na Praça Central
Além das jóias , em especial as de prata , garantidas por grandes joalherias, há uma variedade de peças de cerâmica, peças de ferro e de  madeira ricamente esculpidas, maravilhas em vidros soprados, artesanato de couro e de  papel machê. 


Artesanato multicolorido
O artesanato têxtil, bonito e de boa qualidade, é uma tentação. A gente precisa concentrar-se no peso da bagagem para não sofrer com isso...embora possa sofrer por nada ter comprado. As cores fortes , que se podem ver no pais todo, em Tlaquepaque parecem intensificar-se.



Encanto das bonequinhas com diferentes tamanhos e cores

Ao colorido do artesanato local e das pinturas nas residências , somam-se as cores fortes  dos murais, que contam a história do país e os costumes antigos com destaque para a pesada divisão de classes sociais. Coloridos também os jardins - como o Jardim Hidalgo, uma homenagem ao Padre Miguel Hidalgo, um dos heróis da Independência.


Mural no Antigo Mercado

No centro da cidade, um antigo mercado de alimentos e de artesanato indígena, está transformado num conjunto de trinta restaurantes - El Parián -  estrategicamente distribuídos ao redor de um grande pátio, onde também se encontra um palco para presentações de grupos de Mariachi.


Detalhe do antigo mercado
Quando se passeia por Tlaquepaque, a todo o momento, surpresas nos aguardam e belezas nos surpreendem. Assim ocorreu comigo ao deparar-me com uma coleção de ibiscos - os maiores que já vi - em cores vibrantes e cuidadosamente distribuídas.


Ibiscos "gigantes"
Também fui surpreendida por um grande show de acrobacia -  sincronia e ousadia -  realzado por  um grupo de rapazes que, vestidos de palhaço e amarrados a longas cordas, jogavam-se do alto de um mastro e  executavam piruetas realmente incríveis.

                                      
Lamentavelmente,     precisei selecionar algumas  galerias de arte para visitar. O tempo era pouco ;  as galerias,muitas. Gostei bastante dos trabalhos de Rodo Padilha - www.rodopadilla.com.mx Desejei ter comprado uma - elas eram a cara do México.

Escultura de Rodo Padilla
Não tenho ainda planos para retornar ao México e , mais precisamente, a Jalisco. Mas, se eu voltar, farei ao contrário : ficarei hospedada em Tlaquepaque e irei novamente visitar Guadalajara.    A definição que me ocorre para ela é pueblito mágico. Lindo,lindo.

Mural em mosaico
Destino del Poeta
" Déjame que me pierda entre palabras,
déjame ser el aire en unos labios,
un soplo vagabundo sin contornos
que el aire desvanece.

También la luz en sí misma se pierde..."

Octavio Paz - Prêmio Nobel de Literatura em 1990.

Detalhe de um grande mural