sexta-feira, abril 04, 2014

Itália, minha bella, preciso de ti.

Catedral de Brescia,vista a partir do Castelo.

Fui aconselhada por pessoas, que muito bem me conhecem, a recorrer a medicamentos e a mover-me, na tentativa de, gradativamente, ir superando minha tristeza e depressão. Excelentes conselhos.Ajudas preciosas. Decidi, então,  voltar a correr mundo.

Milano
A paciência da querida amiga Edilma ( KTOUR - Santa Maria)  foi inesgotável  . Todo dia eu mudava o país, a região, o período da viagem - e ela me ajudava tranquilamente, incentivando-me, enviando-me  material com roteiros e  programações.

Galeria Vittorio Emanuele em Milano
Num momento de lucidez, diminuí a abrangência das  escolhas anteriores. Desisti de ir à Ásia ou à África. Passei a pensar num país em que eu falasse a língua, que eu o conhecesse bem e de onde eu gostasse muito. Fiquei entre Espanha e Itália. Minhas boas recordações do Lago di Garda, entretanto,  definiram a viagem e o roteiro.

'E primavera...
Irei para a Itália, mais especificamente, para Sirmione, encanto de cidade da província de Bréscia, na Lombardia, às margens do Lago di Garda. A partir de lá, qualquer bate-e-volta leva a lugares bonitos, históricos e charmosos, como Lazise, Malcesine, Bordolino, Benaco, Peschiera, Desenzano, Saló,Castelnuovo, Riva del Garda, Garda ou Limone Sul Garda.

Detalhe do Castelo Sforzesco em Milano
Por sorte, a querida Odete Bernardi, minha amiga há 30 anos, decidiu ir comigo. Ela também fala italiano e conhece bem o país. Permaneceremos três semanas, andarilhando, andarilhando. Preciso voltar sentindo-me melhor e mais fortalecida,  porque, no mês seguinte, retornarei sozinha para os Estados Unidos. Itália, minha bella, preciso de ti.

Castelo de Brescia
" Sei que me espera qualquer coisa
Mas não sei que coisa me espera

Como um quarto escuro
Que eu temo quando creio que nada temo
Mas só o temo, por ele, temo em vão.

Não é uma presença: é um frio e um medo.
O mistério da morte a mim o liga...."


Fernando Pessoa