domingo, dezembro 09, 2012

Pernambuco

Artesanato tradicional de Pernambuco



Ao digitar Pernambuco, lembrei-me que, quando comecei a lecionar,  usava essa palavra como código para dar notas - secretas - aos alunos : dez letras diferentes...de um a dez. Meu desafio era que eles chegassem  à  palavra - chave. E chegavam facilmente.




Museu do Homem em Recife


Quando  alguém fala ou escreve que " simpatiza..." sei que é verdade. Não se é  hiperbólico com palavra tão simples. Simpatizar é também de fácil compreensão - assim como seu oposto. 
Realmente, simpatizo com Pernambuco : sertão, agreste, zona da mata, região metropolitana; 
Olinda, Recife, Jaboatão, Caruaru, Petrolina, Gravatá, Tracunhaém, Fazenda Nova; 
frevo, maracatu, bolo de rolo, feijão verde, queijo coalho, inhame, mangas e goiabas.
Simpatizo sim, simpatizo com tudo.


Restaurante Parraxaxa em Recife
A cultura popular pernambucana é linda de ver e , por vezes, é surpreendente. Manifestações tradicionais estão em todo o estado, não só no carnaval, nas feiras de rua e nas festas de São João. Estão também, no cotidiano, como, por exemplo, na colocação de cascas de ovos na ponta das cercas de madeira. Usada ainda no interior, reencontrei  essa prática  no excelente reastaurante regional  Parraxaxa ( www.parraxaxa.com.br) .



Casa de Gilberto Freyre
  
Pernambuco tem cerca de 9 milhões de habitantes. Ostenta, entre aqueles que aqui nasceram, uma relação de pessoas de causar inveja a outros estados. São pernambucanos Gisberto Freyre, Nelson Rodrigues, João Cabral de Melo Neto, Mestre Vitalino, Romero Britto, Manuel Bandeira, Josué de Castro, Francisco Brennand, Luís Gonzaga e tantos outros, em áreas diversas do conhecimento e das artes. 



Os cabos externos deverão desaparecer




Está localizado no centro-leste da Nordeste e tem como limites: Paraíba,Ceará, Alagoas, Bahia e  Piauí, além de ser banhado pelo oceano Atlântico. Fernando de Noronha é parte desse estado - o que . justifica, por si só, o fluxo constante de turistas. Tem, entretanto, muito mais. Tem paisagens lindas,arquitetura e história admiráveis, cultura contagiante. Oferece passeios, com boas atrações, do litoral ao sertão. Tem Nova Jerusalém, Porto de Galinhas, Itamaracá, Maria Farinha, Lampião, Maria bonita e....bolo de rolo.




Bolo de rolo  
Bolo de rolo, que só conheço em Pernambuco, é um rocambole, com massa finíssima, em geral recheado com doce de goiaba.  Preparam-se, tradicionalmente, cinco tabuleiros de massa de pão-de-ló, que precisam ser assadas rapidamente.  Enrola-se a primeira - que resultará num rolo bem fininho - e , a seguir, a segunda, a terceira...até a última. Já o encontrei recheado com doce-de-leite. Bom mesmo é o recheio com goiaba. Acredito que nenhum visitante retorna sem bolo de rolo na bagagem.


Popular bandinha

Os holandeses permaneceram poucos anos em Pernambuco - chegaram em 1630 e foram expulsos em 1654. Deixaram , no entanto, boas recordações. Quando o conde Maurício de Nassau aqui desembarcou, estava acompanhado por uma equipe de engenheiros e arquitetos, que traçaram pontes, diques e canais. Eu me pergunto como seria esta terra hoje, que viveu historicamente movimentos separatistas, se os holandeses tivessem nela permanecido.



Muitas e variadas cerâmicas


Pernambuco investe, atualmente, em roteiros histórico-culturais descentralizados, com rotas alternativas às das praias, procurando, assim, ampliar o turismo no interior do estado. Traçou, para tanto, um plano estratégico com metas para o período de 2008 a 2020. Entre os objetivos desse plano estão a valorização das manifestações artísticas e culturais, o incentivo à construção de novos empreendimentos e a criação de produtos turísticos inovadores. Sucesso!Os pernambucanos merecem o melhor.