quinta-feira, novembro 01, 2007

Retorno à Bahia


Do Rio, vim para Salvador. Foi ótimo encontrar , no aeroporto, Cláudio, Paulo e Rosane que esperavam a mim e a meus amigos. Foi ótimo também voltar ao The Plaza, aparthotel onde eu morei durante sete anos. Comovente a alegria dos funcionários do hotel e da FSBA. Gente boa.

Visitei a Estelinha, a freira minha maior amiga, muito fragilizada em seus 96 anos. Chorei porque ela não me reconheceu desta vez. Conversei muito com a diretora da Faculdade, Ir. Maria Alice, 82 anos, lúcida e vivaz. Contou-me que sempre lembrava das minhas conversas sobre morte, já que eu era uma pessoa que gostava de tratar desse tema e o fazia com bom humor. Recordava ela que eu gostava de dizer que valoriza a vida quem fala naturalmente da morte.É verdade! Aprendi , ainda quando adolescente, lendo Castañeda, que vive bem quem tem a morte como companheira.

Vi muitos amigos queridos, como Lúcia, Giorgio, Nainha, Raimundo, Antônio,Oscar, Sebastião, Valério, Conceição, Albertino, Myriam... Conversei com muita gente.Almocei no Paraíso Tropical ( Cabula) , meu restaurante preferido em Salvador (foto).

Meu filho veio de Fortaleza para Salvador nesse período. Encontrei-o sereno, feliz, bonito. Amo-o muito.

Acompanhei feliz meus amigos gregos aos principais lugares turísticos de Salvador. Sei que gosto muito da Bahia.