quarta-feira, agosto 08, 2007

Sempre saudades!

















Parto hoje: Roma - Wien – Frankfurt – Brasil.
Vivo o dilema da saudade constante. Estou com saudades de minha familia, de meus amigos, da minha casa. Assim que chegar là, é certo que sentirei saudades daqui – da Europa, de meus amigos, da casa da Lidia, da Lidia - uma das minhas grandes amigas.
Não ratifico Fernando Pessoa neste caso:
Eu tenho idéias e razões,
Conheço a cor dos argumentos
E nunca chego aos corações.
Faz alguns anos que venho para Canale, para o paradiso que è esta fazenda. Perto de Roma, muito perto de Bracciano ( Bracciano com seu lago vulcanico e seu castelo estupendo) em meio a plantaçao de oliveiras e outras arvores exuberantes, numa casa linda e confortavel, com acervo etnografico do mundo inteiro. Estou na regiao etrusca, que alimenta minha fantasia e povoa meus sonhos. Estive aqui o tempo necessario para pensar e rememorar a India que eu vi e que minha amiga tambem conhece. Tenho a confiança de poder voltar no proximo ano. Estou partindo com o projeto de retorno pronto. Veremos se é possível realizá-lo. Arrivederci!
"Ognuno sta
nel cuore della terra
trafitto da un raglio di sole.
Ed é subito sera".
Eugenio Montale