quarta-feira, abril 28, 2010

Oregon - Portland


























Oregon, um dos Estados da Região do Pacífico, separa-se de Washington , Estado mais vizinho, por uma fronteira natural: o Rio Columbia. É conhecido pelas suas florestas de folhas perenes, que cobrem metade de seu território, e pelas preocupações com a Ecologia e a diversidade do meio ambiente . A capital é Salem, mas Portland é a sua maior cidade, com cerca de 2 milhões de habitantes na região metropolitana - fomos, um dia, almoçar em Beaverton, uma cidade da região metropolitana que se caracteriza como " cidade de rico".






















Estivemos aqui , durante uma semana, por razões mais afetivas que turísticas - vive aqui o filho mais velho de Ronald . Procurei , no entanto , conhecer bem Portland, considerada uma das cidades mais verdes do mundo e uma das dez mais ecológicas. Curiosamente, é também uma das cidades dos Estados Unidos com maior gosto pelo café - isso já faz dela uma cidade muito simpática para mim!
Logo no início da minha temporada aqui, fiz uma descoberta fantástica : a Powell's City of Books , uma grande livraria, que tem uma seção unicamente com livros sobre viagens : imensa, diversificada, enlouquecedora! Fiquei uma tarde inteira nela e gostaria de retornar mais vezes.


                                                           
















No centro da cidade, está a Pionner Courthouse Square, junto ao primeiro prédio federal construído na região do Pacífico Noroeste: o Court of Appeals dos Estados Unidos. É uma praça movimentada , com muitas flores e com um teatro e um centro de informações turísticas num espaço subterrâneo dela. Como a cidade possui uma bem conectada rede de transporte urbano coletivo- TRI-MET - é bastante fácil visitá-la sem estar de carro. O trem , por exemplo, que vai até o aeroporto internacional, passa pelo centro da cidade, muito perto do hotel onde estamos e é gratuito nessa área. Pode-se fazer ótimos programas de caminhada também. Andar pela avenida que acompanha o River Place Marina , por exemplo, é ótimo! Tem-se uma visão das pontes com seus cruzamentos, que parecem ter saído de jogos eletrônicos, da movimentação dos barcos no rio e, ainda, de jardins, parques, lojas famosas, hotéis, restaurantes e cafeterias.






















Encantou-me o Washington Park, onde tem, entre outras atrações, um Zoológico com o maior número de elefantes, criados em cativeiro, no mundo. Encantou-me , em especial um baby elefante, muito lindinho!No mesmo Park, está o World Foresty Center , um verdadeiro Museu da Madeira, dedicado à educação do povo, destacando a importância das florestas para o desenvolvimento sustentável ( http://www.worldforestry.org/) Aí fiz a foto em que aparece a Bandeira do Brasil, entre outras cinco bandeiras.




















Muitos jardins bonitos tem esta cidade, mas o jardim da Pittock Mansion foi o que mais me impressionou.A história de Henry e Georgiana Pittock , proprietários desta casa que já tem um século, é bem interessante e pode ser lida em http://www.pittockmansion.com/ A casa, os jardins e o panorama que de lá se vê, impressionam sim! Neste período de primavera , então, é muita beleza. Como diz meu amigo José Albertino, "às vezes, Deus exagera." Pelo muito que gosto, sou bem observadora de plantas e flores; encontrei ali, entretanto, algumas que eu ainda não conhecia.






















Em todos os países , estados e cidades onde vou, procuro visitar feiras e mercados de rua. Amo a mostra cultural que se pode perceber e observar. Amo as conversas que aleatoriamente a gente escuta. Amo as cores, os odores, as formas e os sons desses lugares. Por sorte, descobri, em Portland, o Saturday Market, a maior feira de artesanato dos Estados Unidos. Realmente ocupa um espaço muito grande e pode-se ali encontrar artesanato de qualquer lugar do mundo - sem exagero! Não chegou, entretanto, a me "comover". Prefiro os mercados tradicionais de uma cidade ou região.
Não comprei nada, nem no Saturday Market, nem em Portland. Ainda bem! Amanhã cedo, iremos para San Francisco e, de lá, para a China. Bagagem me assusta!