quarta-feira, abril 28, 2010

"Lá vou eu..."

Alguns dias parecem "alongados"para caber neles tantas coisas. Ontem foi assim!
Eu tivera algumas dificuldades para arrumar a mala, principalmente decidir o que levar de roupas , já que levo poucas, elas precisam ser bem escolhidas. Pesquisei a temperatura do Sul e do Norte da China. Pesquisei a temperatura dos estados do Pacífico Noroeste. Enfim , decidi. Acordei tranquila, com tudo organizado, muitas anotações feitas, tudo pronto para iniciar nova viagem.
De Paxton a Champaign, uma hora de carro - Ken e Judah foram nos levar ao encontro do ônibus que transporta passageiros para os aeroportos de Chicago - viagem de três horas até o Aeroporto de O'Hare. É um imenso aeroporto! Eu só conhecia Midway, um aeroporto menor e mais central. Um avião da US Airways nos levou de Chicago a Phoenix , com escala de uma hora, para Portland - passagem barata , mas nenhuma mala free e 25 dólares cada uma! Serviço de bordo free, nem pensar! Ao anoitecer, chegamos em Portland. Viagem cansativa , mas com uma surpresa bem agradável.
Logo após decolar em Chicago, eu dormi. Um tempo depois, mais ou menos acordada, pensei que sobrevoava outro país. A paisagem mudara radicalmente. A amplitude plana do meio-oeste desaparecera. Nada de tapetes de milho e soja. Em especial, montanhas escuras com topo branquinho de gelo. Imagens lindas - por sorte, o dia estava limpo , e , do avião, podia-se ver aquela beleza de paisagem de montanhas e desertos - e até fazer fotografias.
Estávamos voando sobre o Arizona, para descer , quase uma hora depois, em Phoenix , capital desse Estado, que se situa no meio do Deserto de Sonora.

Eu pouco sabia sobre Phoenix : sabia do deserto de Sonora, das montanhas e da Ruta 66 que passa por ali. Sabia também que é centro de indústria aeroespacial e hub da US Airways. Conhecer o Estado de Arizona não estava nos meus planos. Agora está!