quarta-feira, março 30, 2016

Chapecó, Capital do Turismo de Negócios em SC


Vista Aérea de Chapecó

Num vôo da Azul, cheguei a Chapecó 50 minutos após decolar em Porto Alegre.  Município com bonita paisagem, que comecei a fotografar ainda antes do pouso. Bem organizado o Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso. Boa cafeteria. Minha querida amiga-irmã Adriana Fuganti Wagner estava me esperando. Muito o que conversar, muito o que ver.



                           



Gostaria de ter conhecido essa região antes do ciclo da madeira, antes da destruição das araucárias, que hoje estão preservadas, com outros remanescentes de vegetação nativa, em corredores ecológicos, um deles na Bacia Hidrográfica do Chapecó. A beleza das araucárias restantes comprovam  a capacidade destrutiva dos humanos, a quem pouco importa a preservação da natureza e o futuro do Planeta, frente ao lucro imediato.


Praça Central Coronel Bertaso

Chapecó tem atualmente mais de 200 mil habitantes. Foi habitado por índios até 1838, quando começaram a chegar os tropeiros paulistas e os imigrantes alemães e italianos, vindos principalmente do Rio Grande do Sul. Mencionando imigração, recordo que vi muitos haitianos no município - disseram-me que estão ali cerca de 3500 pessoas dessa nacionalidade, a maioria trabalhando em construção civil.


Hatianos em Chapecó


Cidade limpa, bem cuidada, totalmente planejada, com traçado em  forma de xadrez. É conhecida como a Capital Brasileira da Agroindústria e como a Capital Catarinense do Turismo de Negócios. Já no avião, pode-se notar a presença de muitos jovens executivos. É bom saber que seus indicadores sócio-econômicos figuram entre os mais elevados do País , bem como seu índice de desenvolvimento humanmo - IDH.


Imagem de material informativo da cidade

Surpreendeu-me  a verticalização de Chapecó, tanto que a construção civil  é bem importante na geração de empregos. Muitos edifícios luxuosos estão prontos ou em fase de construção. Edifícios altos - até com 32 andares! -  como se pode observar na foto acima, que busquei na internet. Costumo mostrar apenas fotos feitas por mim; desta vez, entretanto, encantei-me de tal modo com a natureza, que esqueci das fotos urbanas.


Preferi uma árvore cobrindo o machado do desbravador...

O monumento O Desbravador " situado no perímetro urbano, foi inaugurado em 25 de Agosto de 1981 com o objetivo de homenagear os primeiros desbravadores que colonizaram e construíram o município. Criado pelo artista plástico Paulo de Siqueira, mostra a figura de um gaúcho empunhando um machado, simbolizando o trabalho. Na mão esquerda, está um louro simbolizando os papagaios da região. O monumento possui catorze metros de altura, 5,70 metros de largura e pesa nove toneladas..." https://pt.wikipedia.org/wiki/Chapec%C3%B3


O Desbravador

 
Bastante fotogênica, tanto pela localização e área que ocupa, quanto pelas suas cores e arquitetura, a Catedral de Santo Antônio, localizada no centro da cidade, bem perto de O Desbravador, é visita obrigatória. Foi inaugurada em 8 de dezembro de 1956. Possui duas bonitas torres, cada uma  com 40 metros de altura. Não visitei a Capela São Carlos, estilo franciscano, na comunidade de Colônia Bacia, construída por colonos italianos na sua maioria, procedentes do Rio Grande do Sul. Voltarei!


Catedral de Santo Antônio

Na Praça Central Coronel Bertaso, está a Galeria Municipal de Arte Dalme Marie Grando Rouen, que foi inaugurada em 21 de agosto de 2002 e é mantida pela Fundação Cultural de Chapecó . Essa Galeria visa a divulgar e integrar as artes ao cotidiano da cidade, através da arte-educação, promovendo eventos que valorizem o espaço e divulguem a arte na região.


Galeria Municipal de Arte
Galeria Municipal de Arte




















Colocado entre os 100 melhores municípios brasileiros para investimentos, Chapecó é sede das principais empresas processadoras e exportadoras de carnes do pais. Tem destaque também na fabricação de máquinas e equipamentos para agroindústrias. Acrescente-se hoje outros segmentos que começam a ganhar espaço e a consolidar-se, como prestação de serviços, transportes e biotecnologia.


Praça Central

As demandas educacionais são bem atendidas na cidade, em todos os níveis de ensino. Calcula-se que atualmente 10 % da população é composta por universitários. São 22 Instituições de Ensino Superior, com destaque para a Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó), e para a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) 


Centro da cidade

Há muito o que nomear em Chapecó no que se refere a pontos turísticos - como parques, museus, igrejas, passeios e estradas - encantadoras estradas e estradinhas....   Para o bem receber, há ótimos hoteis e restaurantes - e um povo gentil, acolhedor, educado. Para mim , no entanto, a cidade tem como principal  privilégio estar localizada numa região realmente  bonita por natureza. Além dos rios, dos verdes e do relevo, tem municípios vizinhos que se somam à beleza da localidade, incluindo os vizinhos gaúchos - é claro! Sem bairrismo!

Exuberantes paisagens junto às rodovias

Meu especial agradecimento à Doutora Adriana Fuganti Wagner, que me apresentou o Oeste Catarinense. Pretendo retornar. Rever o que vi. Ver o que faltou desta vez. Voltar agradecida aos lugares e às gentes que me fizeram sentir plenitude, esperança, gratidão.