domingo, dezembro 06, 2015

Malmö e a Ponte Internacional de Öresund

No centro de Malmo
Malmö, cujo o nome original - Malmhang - significa Monte de Areia, parece ter sido fundado no ano de 1275, como ancoradouro de Lund, cidade distante a 16 km, que era sede do Arcebispado da Escandinávia . Está localizada no extremo sul da Suécia e tem hoje uma população que ultrapassa a 300 mil habitantes, sendo a tercera maior cidade sueca. É limpa, bonita, agradável.


No centro de Malmo
A primeira vez que visitei Malmö, eu fui até lá,  a partir de Copenhagem, como agora. Foi em 1999. Alcançava-se  essa cidade através de barcos ou ferry boats.A ponte Oresund estava em construção. Era verão, encantaram-me as flores, as esculturas - tenho paixão por arte na rua - e a beleza  e amabilidade das gentes. Continua sendo um importante centro comercial, após ter sido um grande centro industrial.

Prefeitura de Malmö - Radhuset

A Ponte Internacional de Öresund facilitou muito a ligação entre Suécia e Dinamarca, tornando a visita a Malmö um bate-e-volta bastante popular e fácil, já que a travessia, feita  em confortáveis trens, leva não mais do que meia hora. Os trens partem da Estação Central de Copenhagem, atravessando a Ponte, que tem dois níveis: na parte superior, transitam os carros; na parte inferior, os trens

Esculturas no Centro Histórico
Bem próximo da Estação de Trens de Malmö está o Centro Histórico , onde um dos edifícios mais imponentes é o da Prefeitura - Radhuset. Construída em estilo gótico, teve alterações e adições que foram do século XVI ao século XVII. A Igreja de São Pedro ( Sankt Petri kyrka)  é  outro edifício interessante nessa área, cuja torre, que aparece, nas fotos, atrás da prefeitura, pode ser vista  em vários pontos da cidade. É agradável percorrer as ruas Stortorget, Lillatorg e a praça principal. Gosto, é claro, das cafeteria dessa área.


Arquitetura e Natureza bem combinadas em Malmö

Mas é a Ponte Internacional de Öresundo, entretanto,  a grande atração de Malmö. Tem cerca de  8 quilômetros de extensão, sendo 4 quilômetros de túnel feito na ilha artificial de Pepparholmen e o restante sobre a água.Sua construção iniciou em 1995 e foi concluída em 14 de agosto de 1999, três meses antes da data prevista.

Natureza e Arquitetura: pontos fortes
Assim que foi concluída a ponte, o príncipe herdeiro Frederico da Dinamarca e a princesa herdeira Vitória da Suécia, encontraram-se  exatamente no meio da travessia, para comemorar  sua conclusão. A inauguração oficial, entretanto, aconteceu em 1 de junho de 2000, com a rainha Margarida da Dinamarca e com o rei Carlos Gustavo da Suécia. Nesse mesmo dia, a  ponte foi liberada para o tráfego. Copenhagem (Dinamarca) e Malmö (Suécia) tornaram-se ainda mais o centro da região.



       


















Visitei Malmö no verão, uma vez. Havia profusão de flores. Lindo de ver. Voltei agora, principalmente para transitar pela Ponte, num período já bastante frio, no final de outono. Havia frutas e flores. Lindo de ver também. Sempre fui atraída por fronteiras, fossem geográficas ou de qualquer outra natureza, como, por exemplo, as  culturais e linguísticas. Também sempre constatei e fui atraída por esse  continuum que as fronteiras representam. Daí por que me é imprescindível, estando na Escandinávia, sair da Dinamarca e entrar na Suécia ou vice-versa. Belo e enriquecedor passeio.


Abobrinhas decorativas

" Às vezes ponho-me a olhar para uma pedra.
Não me ponho a pensar se ela sente.
Nao me perco a chamar-lhe minha irmã.
Mas gosto dela por ela ser uma pedra,
Gosto dela porque ela não sente nada,
Gosto dela porque ela não tem parentesco comigo.
Outras vezes oiço passar o vento,
E acho que só para ouvir passar o vento vale a pena ter nascido.
Eu não sei o que é que os outros pensarão lendo isto;
Mas acho que isto deve estar bem porque o penso sem esforço."

Fernando Pessoa

Zeli Menini, minha irmã e companheira nesta viagem.