quinta-feira, dezembro 25, 2014

Portugal: encarando um tour de 9 horas

Setúbal visto do alto da Serra 
Meu interesse era conhecer a Serra de Arrábida, mas não encontrei um tour específico para visitá-la. Num momento de boa vontade com o mundo, aceitei um passeio de nove horas, que incluía o Outlet Freeport, a cidade de Setúbal, o passeio por Arrábida, a visita a uma vinícola e uma parada de 40 minutos em Sezimbra. Éramos Pedro, eu e uma família carioca de cinco pessoas - por respeito à humanidade, nada relatarei sobre essas pessoas.Vixe!!!!

Freeport
Viajar empacotada - seja por um dia ou por um mês - exige paciência e tolerância; aceitação de regras e respeito ao funcionamento dessa modalidade; autocontrole e discrição. Nada de provocar discussões políticas, ideológicas ou religiosas...melhor nem se referir a esses temas. Recorde a pluralidade do mundo e, se for o caso, use fones bem altos - que só você os escute, é obvio!
Pedro na entrada do Freeport
Passar pela ponte Vasco da Gama, com seus 17 km, é bem interessante. Depois vem o Outlet Freeport, distante 40 km de Lisboa. Para quem tem acesso a compras nos Estados Unidos e tem como objetivo comprar, esta visita é uma roubada. Trata-se de um grande shopping , com mais de 200  grifes e marcas,  e com preços que me pareceram os usuais em qualquer lugar.
Antigas oliveiras preservadas
Após duas horas no outlet, uma boa caminhada, três xícaras de café, compra de um blusão para o Pedro e outro para o Fernando - pelo mesmo preço que pagaríamos no centro de Lisboa - seguimos para a simpática  Setúbal, uma cidade portuária, cuja atração maior são os golfinhos e suas piruetas.

Azulejos em Setúbal
O centro antigo, com algumas ruas somente para pedestres, é bonitinho. O Mercado Público, com seus azulejos antigos, foi, entretanto, o que mais gostei na cidade. Numa subida íngreme de quase um quilômetro,está o Castelo de São Felipe, construído,em 1590 por Felipe I. Desde 1960, foi transformado numa pousada luxuosa; é possível, entretanto, ser visitado ... quando não está em reformas, como agora.

Mercado Público de Setúbal
Pode-se chegar a Setúbal, a partir de Lisboa, de trem, de carro ou ônibus ou de barco. Contaram-me que a  cidade recebe muitos visitantes durante o verão, em razão de suas praias, de seus parques naturais e das diferentes modalidades esportivas que oferece. Gostei de tê-la visitado...mas não preciso retornar...

Desde a Serra da Arrábida...




O Parque Natural da Arrábida é montanhoso, contornado por falésias e praias muito limpas. Vai de Setúbal a Sezimbra, abrangendo o total de 35 km da Serra da Arrábica. Floresta densa, bastante vigiada e protegida, com riqueza de fauna e flora. Suas praias são longas e com areia dourada.Não dispõe de transporte público para visita ao Parque.

Convento da Arrábida
De frente para o mar, está um antigo Monastério - século XVI - com paredes brancas e telhados vermelhos. Curioso é afirmarem que o mel mais delicioso deste país é produzido nos jardins do Convento, onde também é comercializado. Para visitar o local, aconselharam-me telefonar antes e agendar a visita. 

Capelas no alto da Serra, pertencentes ao Convento.

Próxima de Setúbal e da Arrábica, está Sezimbra, uma pequena cidade que, há séculos, vive da pesca.Bonita e bem preservada, recebe atualmente muitos turistas que procuram mar turquesa, praias  limpas e bons restaurantes à beira-mar, que servem peixes fresquinhos.

Detalhe do Castelo Mouro de Sezimbra
Do Castelo, que está localizado bem no centrinho da cidade e muito na beira da praia, pode-se admirar o sossego do lugar e a beleza das praias. É bem provável que no verão a paz local seja alterada pelos turistas e visitantes. Disseram-me que muitas são as excursões e os passeios oferecidos, como a Cabo Espichel que, conforme contam, antigamente era dominado por dinossauros.Bom programa para família com crianças e adolescentes.

Pedro em Sezimbra
Por último,fizemos uma visita - bem interessante - a vinícola José Maria da Fonseca, fundada em 1834 é até hoje dirigida por descendentes diretos de seu fundador. Na adega, muito bem fechada seguramente, estão guardados os moscateis tão antigos quanto a empresa - pertencem à coleção privada da família.

Parte da antiga empresa

A visita é feita nas dependências antigas, em que são mostradas, entre outros equipamentos, máquinas e objetos  antigos, como grandes barris, construídos com mogno brasileiro...Houve tempo disponível para perguntas e esclarecimento de dúvidas dos visitantes. Finalizando, fomos à  loja onde se pode fazer prova de vinhos e ... comprá-los ou não.

Pedro admirando o Tejo


Se em certa altura
Tivesse voltado para a esquerda em vez de para a direita;
"Se em certo momento,
tivesse dito sim em vez de não, ou não em vez de sim;
Se em certa conversa
Tivesse dito as frases  que só agora, no meio-sono, elaboro - 
Se tudo tivesse sido assim,
Seria outro hoje, e talvez o universo inteiro
Seria insensivelmente levado a ser outro também."

Fernando Pessoa 
Tejo