sexta-feira, dezembro 05, 2014

Gugu e Adri : um sim para a alegria de viver .

De
Foto by Fátima Marcanth Fotografia / Alegrete

Casou meu amado filho caçula, o Juliano, que carinhosamente chamamos de Gugu. Casou com Adriana, uma moça de beleza, delicadeza e personalidade admiráveis.

Morro do Farol - Foto by Fabiana Menine
Vieram de Salvador casar em Torres, na casa onde vivo e onde Gugu passou todas as férias de sua infância e de sua adolescência . Foi um dia bonito - de afagos e boas recordações.
Na porta da casa, em Torres, há mais de 30 anos: Gugu,Patati e eu.
Tanto a cerimônia como a festa aconteceram aqui no jardim. Até a velha aroeira, árvore que cresceu junto com meus filhos, meus sobrinhos e filhos dos meus amigos, parecia ter revivido para tornar-se mais verde e para pressionar orquídeas e bromélias a mostrarem suas flores. Estava bonito o cenário.

Mile e família e detalhes do jardim
Estavam lindas as pessoas todas também. Desejei que o tempo passasse lentamente. Queria conversar  mais, conviver mais, agradecer mais por estarem aqui. Num momento, entre chorar e rir, ressurgiu , do fundo da minha memória, a letra de um sucesso da minha adolescência: reloj no marques las horas...Ainda bem que a letra parou por aqui...


Adriana, minha querida afilhada e Valéria : as crianças do João e da Ilka.
Com a adaptação de uma oração Celta, às 10h de um dia ensolarado e com agradável temperatura, a cerimônia foi iniciada por Auri Fernandes,  amiga cearense dos noivo:

Guarita...e fotógrafos atrás da moita....

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente as suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos...
E, até que nos encontremos de novo,
Que Deus lhes guarde na palma de Suas mãos."

Noivos na Guarita by Fátima Marcanth Fotografias
Com boas vindas e aplausos, foram sendo recebidos o pai do noivo - José Siqueira Trindade - e a mãe da noiva - Cristina da Silva Firmiano;

Fabiana,eu, Patati, Gugu, Adriana, José, Pedro.

....foram chamados e apresentados os padrinhos e as madrinhas da noiva e do noivo:
César Henrique Moraes e Cristiane da Silva Firmiano, padrinhos de Adriana;
Carlos Eugênio Daudt e Maria do Carmo Daudt , padrinhos de Juliano;
Almir Pinto Menine e Valéria Abreu Neves;
Claudinei da Silva Fermiano e Gisele Firmiano;
Ryan Lockwood e Norma Reid;
Rafael da Silva e Fabiana da Silva Firmiano.

Rafael,Fabiana, Gisele e Claudinei

Depois dos padrinhos, entramos nós - Gugu e eu - os dois já com vontade de  chorar. Percebi os aplausos de muitos , sorrisos e lágrimas de alguns.


Foi belíssima a entrada das "daminhas", Izabella e Cauane, sobrinhas da Adriana, que distribuíram pétalas de rosa pela passarela.



Sucesso total a entrada de  Carol e Sofia. Como disse a Fátima Marcanth, de enlouquecer um fotógrafo


Trazendo as alianças, entraram os adolescentes Pedro Menini - sobrinho de Gugu - e Nadine Firmiano Francisco - sobrinha de Adriana.


Adriana e o pai, Antônio José Firmiano, entraram ao som dos Tribalistas:



As músicas escolhidas por Adri e Gugu marcaram cada momento da cerimônia:
início  - Jesus Alegria dos Homens - Bach;
entrada dos pais e padrinhos - Stand By Me - Marvin Gay;
entrada do noivo - Perfect Life - Moby;
entrada dama de honra e Pajem - Somewhere Over The Rainbown - Israel Kamakawiwo'ole;
entrada da Noiva - Velha Infância - Tribalistas;
saída dos noivos, padrinhos e familiares - Viva La Vida - Coldplay.



Auri falou , com ternura e simplicidade, sobre o sentido do momento e a importância das presenças, porque:
 “...onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, Eu estarei no meio deles”. Mateus 18:20



Adriana fez seus votos a Gugu, cantando - voz linda, afinada, doce - uma canção de Ana Carolina:



Gugu fez uma declaração de amor em que a emoção dizia tanto quanto as palavras. Preciso dizer que choramos todos?

 Foto by Fabiana Menine
Com o beijo dos noivos e a leitura de dois textos poéticos, a cerimônia - densa , mas leve -  foi encerrada.
Foto by Fabiana Menine
Na sequência, cumprimentos, comidinhas e bebidinhas:

O bolo e um dos presentes para os convidados

Não darei o cardápio do almoço por dois motivos: posso ser tentada com muitas ofertas de trabalho - acreditem: cozinho muito bem -  e posso  estar  prejudicando dietas necessárias ao verão que se aproxima.


Devo, entretanto, mencionar os doces e salgadinhos da Marta Melo ( https://www.facebook.com/?q=#/marta.mello.5832?ref=ts&fref=ts ). Salgadinhos deliciosos. Doces deliciosos e muito bonitos.Ela também fez o bolo dos noivos.


De Alegrete, vieram os fotógrafos, os melhores que conheço: Fátima, Toninho, Vinicius e Deborah. Eles têm sensibilidade artística e competência técnica. Além disso, são alegres, disponíveis, gente boa e que gosta do que faz. Agradeço muito por terem liberado fotos para este post.Vale uma visita à página deles no Face Book :https://www.facebook.com/fatimamarcanthfotografia?pnref=lhc



Meus filhos estavam todos aqui - Fabiana, Paulo de Tarso e Juliano -  e  dois que considero como filhos: Fabrício Canto, vindo da Alemanha e Ryan Lokwood, que, com sua bonita esposa Norma Reid, veio do Canadá.

Norma, Ryan, Gugu e Adriana.
Grandes amigos e colegas da  UFSM estavam presentes na festa, como estiveram em todos os momentos bons e não-bons da nossa vida: Amanda, Carlos Eugênio Daudt, Adalberto e Vera, Luís Antônio, Odete, Marietinha, Soraia, Tonico, Afrânio, Cláudio Lovato, Gilca, Ronaldo e Berenice. Gugu e eu dedicamos flores a três pessoas, muito presentes em nossa memória e saudade; uma dela, Gilberto Aquino Benetti.


Valorizei muito a participação dos convidados presentes. Gente que veio de Alegrete, Rosário do Sul, Santa Maria, Lajeado, Porto Alegre, Torres, Pernambuco, Ceará , São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Alemanha, Canadá, Estados Unidos...


Lamentamos a ausência de Rosana, Clóvis, Adriana Wagner, Valéria Lencioni e Luís Behares por motivos graves e plenamente justificáveis. Nossa gratidão e nosso amor a todos.

Como não me emocionar ao ver pessoas tão próximas de mim há quase 50 anos, como Deborah, com Eleonora, Cristiane , Glauco e Yago; José, o pai dos meus fihos; Poti e Horto, os padrinhos do Patati; Iolanda e Domingos , os padrinhos de Gugu; Ana e Pithan; João e Ilka, meus compadres; Mathias e Suzana; Antônio Ângelo e Neneca?



Como não me emocionar ao ver meus vizinhos e amigos de Torres, como Vitória , Renato e Cristina, meus Anjos da Guarda aqui; Bruno e Clarice, que me socorrem com ajudas e informações; Paulo Guerra, tão gentil sempre;  Vymana , tão alegre e doce? Suely , querida amiga que veio de tão longe?

Parte da família de Adriana
A Daniela e a Vera Mazza, amigas do Gugu?Toda a família da Adriana, pessoas ótimas de conviver? A Marina,Ana Paula e Jose, que tanto me auxiliaram? Estou feliz, estou m paz - e agradeço terminar assim um ano que teve seu início com tanta dor e tristeza.

Com Vera Mazza, amigos desde a adolescência...
Agradeço muito `a minha família a presença, o apoio e a solidariedade. Obrigada ao Mile, ao Cleber, ao Fernando e à Michele, à  Fabianinha e ao Marcel, ao Fabrício, Juliano, Joaquim e Pedro, à Zeli, ao Ary e ao Júnior. Agradeço à bonita família da Adriana, todos tão gentis e alegres - mãe,pai, irmão, cunhada,irmãs, cunhados, sobrinhos, tios, tias e primos - todos convidados a retornar à minha casa.


Feliz com a festa e o encontro dos amigos, pensando que eu poderia planejar e fazer uma outra melhor ainda,  consultei alguns sobrinhos, perguntando se pretendiam casar. A resposta foi desanimadora: Não vai rolar!

Adriana e sobrinhos
Ao concluir a cerimônia, Auri disse : que Deus os abençoe e que o mundo acolha seus sonhos.Amém, dissemos todos.
"Que eu tenha hoje, e a cada dia
A força dos céus
A luz do sol
O brilho da lua
O resplendor do fogo
A agilidade do vento
A profundidade do mar
A estabilidade da terra
E a firmeza da rocha."