quarta-feira, outubro 22, 2014

Lago di Garda: Bardolino

Marina de Bardolino
Gosto muitíssimo do Lago di Garda. Em março/abril deste ano, estive lá durante duas semanas. Escrevi, no correndomundo, sobre o lago em geral e sobre algumas cidades, tais como Saló, Gardone, Garda, Lazise, Malcesine e Sirmione, a minha preferida. Faltava-me, no entanto, visitar Bardolino - o que fiz desta vez.

Monumentos aos mortos em todas as guerras

Estava hospedada no Luna, um hotel de que gosto muito, situado no centro de Sirmione, de onde se pode ir a  Bardolino - ou a qualquer outra cidade do Lago - em barcos que atracam, nos pequenos portos de cada cidade,  de hora em hora. Bilhetes podem ser comprados para uma cidade específica ou para todo o dia. Essa modalidade diária permite visitar , com o mesmo bilhete,  a mais de uma localidade.

Elegância e simplicidade
Cidade medieval que empresta seu nome a vinhos bem conhecidos e prestigiados, está situada na margem do lago que pertence a Verona. Acaso, sorte e notícia de última hora, fez-nos arrivare a Bardolino durante a Festa Anual do Vinho. Chegamos pela manhã num barco bastante lotado e encontramos a cidade com muitos visitantes e dezenas de postos de venda dos produtos típicos da região.

Lavanda entre os produtos típicos do Lago
Bardolino, comuna italiana da região do Vêneto, província de Verona,  é  centro turístico e balneário, situado entre Garda e Lazise, com pouco mais de seis mil habitantes, e uma área de de 54,82 km2. A cidade é famosa pelos seus vinhos, pelo  castelo do mesmo nome construído no século IX e pelo centro histórico e bonito e bem conservado. Tem um  desenho urbano  bastante peculiar, porque suas ruas vão , na direção do lago, em forma de espinha de peixe.Bem interessante.

A porchetta e seu indispensável alecrim

Come-se bem em Bardolino, como de resto em todo o pais. Algumas especialidades mudam um pouco de região para região, mas sempre se pode encontrá-las - e discutir onde ela é melhor. É o caso da porchetta, que, com pão e vinho, transforma-se na minha refeição preferida. Eu a conheci em Braciano - já faz alguns anos. Foi-me apresentada por Lídia, minha querida amiga, moradora da região.
Muitas flores e muito verde na cidade

Há muitas receitas de porchetta na internet. Selecionei, na lista seguinte, apenas os ingredientes básicos para preparar esse prato tão tradicional na Itália.
 1 lateral de leitão desossada , sem a paleta e o pernil
 Erva-doce, ramos de alecrim, folhas de manjericão, folhas de sálvia, pimenta,sal e alho.
 Suco de limão,aceto balsâmico ou vinagre de vinho tinto.
 Fatias finas de pancetta ou bacon, azeite de oliva e caldo de carne.
 Barbante para amarrar e papel-alumínio.

Detalhes do Centro Histórico
Disseram-me que os bons passeios nesta cidade, vão além do traçado urbano, da igreja de San Zeno e a de San Severo. Estendem-se pelos campos do município, onde está a rota dos vinhos, considerados os melhores do Vêneto - como o prestigiado Bardolino. Nessa rota, encontra-se o Museu do Vinho, que só recebe visitantes durante o verão. A cidade oferece hospedagem em hotéis de duas a cinco estrelas e há e muitos restaurantes e sorveterias fantásticos. A paisagem que a circunda inspira delicadeza e tranquilidade.

Meu sobrinho em Bardolino

" Na grande claridade do dia, o sossego dos sons é de ouro também. Há suavidade no que acontece. Se me dissessem que havia guerra, eu diria que não havia guerra. Num dia assim, nada pode haver que pese sobre não haver senão suavidade."

Fernando Pessoa