sábado, outubro 18, 2014

Em casa - finalmente!

Em Inhotim - meu próximo texto

Após retornar dos Estados Unidos, onde havia participado , em  Paxton, de uma cerimônia em memória de Ronald, estive uns dias em Atlanta com meu filho, minha nora e meu neto, procurando refazer-me emocional e fisicamente. Estes meses me foram tão tristes e doloridos, que ainda não quero falar sobre eles. 

Sete de Setembro em Ouro Preto
Já em casa , em Torres, mesmo sentindo, de forma intensa e contínua, a dor da ausência que começava a transformar-se numa saudade sem esperança, decidi construir um plano para minha vida, até janeiro de 2015 - embora eu saiba que, tantas vezes, o homem planeja e Deus dá risada, como diz o provérbio ídiche.

Zeli, minha irmã.
O primeiro projeto , apenas assumido por mim já que foi construído pela Zeli, minha irmã, foi o de conhecer as cidades históricas de Minas Gerais. Eu já as visitara, muito rapidamente, quando ia participar de reuniões de trabalho em universidades. Dessa vez, entretanto, o nosso objetivo era mesmo o de conhecer bem as cidades que visitaríamos. 

Cleber, meu sobrinho, em Orvieto.
Sobre Ouro Preto já escrevi aqui no Correndomundo, ainda quando estávamos em Minas. Sobre as demais cidades, recomeço a escrever a partir de hoje -  sem ordem cronológica e intercaladas com outras cidades da viagem seguinte, realizada com meu sobrinho Cléber Menine Severo, durante um mês, por alguns países europeus. 

Outono, nos jardins de Monet.
Prometo - mais a mim mesma que a meus possíveis leitores - que , antes da próxima viagem, na metade de dezembro, escreverei sobre as cidades históricas de Minas e sobre as cidades europeias visitadas.Prometo!

Outono !
"Toda a paz da natureza sem gente
Vem sentar-se ao meu lado.
Mas eu fico triste como um pôr de sol
............................................................
Mas a minha tristeza é sossego
Porque é natural e justa
E é o que deve estar na alma
Quando já pensa que existe
E as mãos colhem flores sem ela dar por isso."

Fernando Pessoa