sexta-feira, junho 27, 2014

Chicago : vibrante e arrojada (texto sem revisao)

Rio Chicago emoldurado por edificios arrojados
Gosto de cidades pequenas. Chicago e uma excecao - cidade grande de que gosto muito. Com tres milhoes de habitantes, eh a terceira maior do pais. Localizada em Illinois, a menos de 200 km de Paxton, posso visita-la usando carro, onibus ou trem. E o faco frequentemente, pois ha muito o que ver e o que fazer na capital financeira do Meio-Oeste.

Meu favorito parque - Foto by Anna Kupferschmid
Motivos para estar em Chicago nao me faltam! Venho resolver problemas ou simplesmente passear. O Consulado Brasileiro daqui me atende muitissimo bem; a imigracao, idem. No minimo, a cada vez, aprendo mais sobre burocracia, vou ao Ghirardelli - a melhor casa de chocolate da regiao - e escolho uma ou duas atracoes para ver ou rever. Ja fico feliz em caminhar pela Avenida Michigan, na Magnificent Mile, ver seus edificios e chegar ateh o Lago.

Delicia de chocolate quente ou frio
Esta eh a cidade dos arquitetos. Depois do incendio devastador de 1871, foram eles que a redesenharam. Conta-se que o projeto ganhou forma, inicialmente, num quadro-de-giz. Desde ai , Chicago atraiu os arquitetos mais influentes do pais, incluindo Frank Lloyd Wright , o mais conhecido e que era de Chicago mesmo. Tornou-se um dos maiores e melhores centros de inovacao arquitetonica e um lugar muito visitado, nos US,  por professores e estudantes de arquitetura.

Anna Kupferschmid, querida amiga.
Eh tambem o lugar o ideal para comprinhas, onde tudo pode ser encontrado.Na Magnificent Mile, estao os conhecidos famosos, como: Hugo Boss, Zara, Armani, Apple,Versace, Louis Vuitton .  Indo um pouco alem, nas paralelas, encontram-se os mais populares ou menos caros. Gosto das livrarias e papelarias . Desta vez, fui a uma livraria grande,com excelentes livros usados e precos muito baixos - ha muitas como essa.
Primavera nas ruas de Chicago
Chicago eh dinâmico , cosmopolita e centro internacional de negocios,  onde convivem milhões de pessoas de diferentes etnias e idiomas. Tambem eh sede mundial de eventos culturais, esportivos e congressos profissionais. Além do idioma oficial, o inglês, são faladas mais de cem línguas. Como eh um lugar visitado anualmente por quarenta e cinco milhões de pessoas, precisa contar com muitos hoteis, centenas de restaurantes, cafeterias, pizzarias e bares. Tem , ainda, dois grandes aeroportos, com acesso qualquer parte do mundo, e uma grande e movimentada estacao  de trens - Union Station.

Grande parque na avenida central
Desta vez, tive alguns problemas com reserva de hotel - nao a fiz com a devida antecipacao como sempre faco. Ao ver o indice de ocupacao dos hoteis no periodo - quase 90% -  senti que teria problema. No Booking.com , onde costumo fazer minhas reservas, havia disponibilidade somente em cadeias hoteleiras com valores muito altos para mim...cerca de 800 reais por noite. Face a isso, fiz minha primeira reserva em albergue -  Hostelling International Chicago - 80 dolares por noite para duas pessoas, com internet.

                                                Estreia em albergues
Foi uma surpresa bastante agradavel : excelente localizacao, muito limpo e bem cuidado, banheiro privativo, cafe da manha incluido, quarto para quatro pessoas, onde estavamos Anna, uma menina asiatica e eu. Alem do atendimento muito bom, tem-se ainda a possibilidade de conversar com pessoas - nao somente jovens - do mundo todo, em varias linguas. Este albergue foi uma boa descoberta . Importante! nao espere encontrar um cinco estrelas...

Avenida Michigan com seu jogo de luzes coloridas
Desta vez nao fui ao Navy Pier, o grande centro cultural e de diversoes, localizado `a beira do lago Michigan. Nao fui a museus, onde jah estive outras vezes, como o Museu da Ciencia e Industria, o Museu das Criancas, o Museu de Radio e Comunicacoes, o Museu de Arte Contemporanea, o Museu do Campus e o Museu Oriental. Estive, entretanto,  uma tarde toda, no fantastico Instituto de Arte de Chicago. Realmente uma visita obrigatoria.

Seurat , de que gosto tanto.
Atraves de esculturas, pinturas, tapecarias, fotografias,objetos culturais e decorativos, o Instituto de Arte de Chicago mostra exemplares de cinco mil anos de criatividade do mundo todo. Localizado na Avenida Michigan, fica aberto das 10h30min `as 17h. Fundado em 1879 por liderancas do municipio e patrocinadores das artes, possui , em seu acervo, desde objetos egipcios e chineses de a.C. ate arte moderna e contemporanea, europeia e americana. Guardado por dois leoes de bronze e muitos arranjos florais, o predio jah eh uma obra de arte.

Detalhe do predio do Instituto de Arte
Eh um dos tres maiores museus de arte dos Estados Unidos, juntamente com o Museu Metropolitano de New York e o Museu de Belas Artes de Boston. Famoso pela colecao de obras impressionistas e pos-impressionistas. Ali, pode-se ver, entre outros, El Greco, Manet, Renoir, Monet, Degas, Cezanne, Gauguin, Van Gogh, Matisse, Diego Riviera, Juan Gris, Picasso, Miro, Georges-Pierre Seurat, Grant Wood e Georgia O' Keeffe. Senti, no entanto, falta de obras de outros  pintores norte - americanos, como Norman Rockwell, meu preferido.

El Greco
Apesar da maldosa afirmacao de que, dos oitocentos quadros pintados por Claude Monet, dois mil deles estao nos Estados Unidos, o Instituto de Arte de Chicago exibe trinta obras desse artista, entre elas, seis versoes de seus  famosos campos de trigo. Ha muitas outras  belissimas obras de Monet, como uma que retrata as margens do Sena com pessoas, barcos, arvores e a imagem de um rio tranquilo, como toda a paisagem que circunda suas margens.
A "Lojinha"  do Museu

Imperdivel uma visita a Lojinha - que eh realmente uma grande loja. Lugar ideal para comprar presentes ou lembrancinhas - precos razoaveis e variedade de itens, como livros de arte, cartoes, joias e bijouterias, jogos infantis, brinquedos, roupas e  utensilios para casa. Bom gosto e bom atendimento. Minha alegria foi conseguir cartoes dos meus favoritos , como Norman Rockwell e Georges Seurat, de quem jah tive agendas,cadernos e muitas coisinhas mais. Pode-se fotografar todo o Museu, sem restricoes ou pagamento de taxas.

Borders no Chicago Park District

No Parque Municipal de Chicago, pertinho do Instituto de Artes, encontram-se mais de vinte impressionantes e comoventes esculturas da artista   Steinunn Thorarinsdottis. Portando um titulo muito bem traduzido nas expressoes de cada uma e na distribuicao delas no Park, Borders - Fronteiras - eh realmente trabalho de um genio, com sensibilidade, competencia e conhecimento do espaco urbano e daqueles que nele se movem. Arte de  ver e voltar e voltar a ver.

Fronteiras
Trata-se de um conjunto composto por vinte e seis esculturas , que, por sorte, consegui ver, jah que nao eh permanente, estah em Chicago desde agosto de 2013 e permanecerah ateh o final da primavera de 2014. Antes, estiveram em New York, Dallas e Seattle. Forma inovadora de envolver as pessoas com parques e arte publica, gera sentidos sobre diferentes encontros e desencontros. Sao figuras , androgenas, em tamanho natural, construidas metade em aluminio, metade em ferro.


Come-se muito bem em Chicago. Ha muitos restaurantes brasileiros; o mais famoso, Fogo de Chao. Restaurantes mexicanos , servindo, tacos, estao por toda a cidade. Sua famosa pizza eh realmente deliciosa, mas diferente das italianas ou de qualquer lugar que conheco. Se eu nao estivesse rigorosamente em dieta, teria atacado um hot dog - outra especialidade local. Alem disso, sinta-se `a vontade para comer tambem nos bairros chineses e gregos.

Chicago Tribune
Sempre que me for possivel, retornarei a Chicago. A cidade eh encantadora e me traz belissimas recordacoes. Falta-me, ainda, assistir a um jogo do Chicago Bulls e estar presente no famoso Festival Anual de Jazz, jah com 36 edicoes ou , em junho, no Festival de Blues. De tracar a Millenium, penso que nunca me cansarei. Gostaria de  retornar no proximo ano e voltar a fazer alguns (tematicos) passeios de barco. Preciso, no entanto , de energia vital e ...tempo de vida.

 Orquideas das ruas de Chicago, para Ronald, que me apresentou a cidade.
    "Pasmo sempre quando acabo qualquer coisa. Pasmo e desolo-me. O meu instinto de perfeicao deveria inibir-me de acabar; deveria inibir-me ate de dar comeco.Mas distraio-me e faco. O que consigo eh um produto, em mim, nao de uma aplicacao de vontade, mas de uma cedencia dela.Comeco porque nao tenho  forca para pensar;acabo porque nao tenho alma para suspender.Este livro eh a minha covardia."

    Fernando Pessoa

Convivio harmonioso de diferentes estilos