quarta-feira, maio 28, 2014

Innsbruck (Texto sem revisao - teclado para escrita em ingles)

Rio Inn e Bairro Mariahilf
Geralmente sao plurais os motivos por que visito uma mesma cidade varias vezes. Innsbruck, entretanto, visito-a pela quarta vez, e o motivo continua sendo a paisagem da cidade e dos seus arredores. A  Capital do Tirol e  seu entorno sao realmente inesqueciveis e surpreendentes. Percorrer , ainda que um pequeno trecho das margens do rio Inn, eh descobrir que beleza e paz existem e se conjugam ali.
Vista de um dos bairros da cidade
Innsbruck , com menos de 200 mil habitantes,  é a segunda cidade mais visitada da Austria - antes dela estah Viena . Situa-se no oeste do pais,  num  vale do rio Inn, circundada por altas e belas montanhas, como  Nordkette (2.334 m) ao norte; o Patscherkofel (2.246 m) e Nockspitze (2.403 m) ao sul. A temperatura média anual é de 9 °C. Os invernos são mais frios que a maioria das cidades europeias, com uma temperatura mínima em janeiro de -7 °C. Tivemos, entretanto, mais sorte do que juizo: dias cinzentos , mas com friozinho gostoso e sem chuvas frequentes.

Bergisel - proximidade do Parque Olimpico
O nome Innsbruck tem sua origem na palavra da língua alemã Brücke, que significa ponte, portanto ponte sobre o rio Inn. Essa denominacao foi dada ao assentamento inicial, fundado por nobres bavaros, que tinham muitas possessoes no vale desse rio - seculo XI. 

Ponte Nova

A importancia do rio Inn foi de tal maneira relevante para o assentamento que, em 1180, foi sobre ele construida a primeira ponte de madeira, uma novidade na epoca, que logo se tornou decisiva para que o local fosse um centro de movimentacao comercial . O primeiro documento que confere a Innsbruck a categoria de cidade eh de 1239.A ponte atual - Ponte Nova -  eh uma construcao moderna.

Panorama da cidade  visto da estrada para Seefeld

Ha , no entanto , muito mais o que ver em Innsbruck. Apesar da minha preferencia pela natureza exuberante , nao posso deixar de reconhecer e admirar a historia que perpassa a cidade, os seus tesouros arquitetonicos, a presenca forte da arte, da religiosidade, do esporte e, ainda,  o convivio harmonioso entre o  moderno e o tradicional - como os mercados de rua de que tanto gosto.

Mercado de Pascoa no centro de Innsbruck
Deixando de lado as guerras, lutas, intrigas, acordos e casamentos, que uniram o norte e o sul de Brenner e resultaram no Condado de Tirol - que passa depois ( 1363 ) a fazer parte do patrimonio dos Habsburgo - chega-se a Maximiliano I, Principe do Tirol, que viveu no telhadinho de ouro, que foi construído em 1420, por Frederick IV para abrigar os soberanos tiroleses.  Bendito telhadinho, que eh hoje uma das atracoes principais do centro historico da cidade.

Goldenes Dachl
O Telhadinho de Ouro eh, de fato,  um dos mais conhecidos simbolos historicos de Innsbruck. Feito com 1657 pequenas telhas de cobre dourado, mostrava todo o prestigio do imperador Maximiliano I, figura de grande importancia para os austriacos. A partir desse balcao, o imperador  podia presenciar torneios, mercados e apresentacoes teatrais. Tambem podia mostrar-se a seus amigos e a seus melhores suditos, que podiam aproximar-se para ter a honra de enxerga-lo!

Musica nas ruas
Innsbruck eh musical como de resto toda a Austria - pais onde nasceram Wolfgang Amadeus Mozart, Joseph  Haydn, Franz Schubert e a familia Strauss. Alem desses, que eram  austriacos, outros musicos estrangeiros andaram por aqui, atraidos pela fama do lugar, como Franz Liszt , ou pelo patrocinio dos Habsburgo, como Ludwig van Beethoven. Sempre encontro artistas nas ruas dessa cidade, apresentando musica popular ou erudita. Uma vez estive longo tempo ouvindo trechos de opera, magnificamente interpretados por um rapaz e uma moca. Inesqueciveis.

Detalhes da casa  Helbling
Na rua Herzog-Friedrich-Strasse, no.10, ha uma das casas mais fotografadas de Innsbruck, a Helblinghaus - Casa Helbling - que pertenceu a um comerciante muito rico, de nome Helbling, eh obvio! Construida em 1730, sendo uma mescla de barroco e gotico tardios, eh toda decorada em cores pasteis com figuras diversas, incluindo anjinhos e mascaras. Atualmente eh um estabelecimento  comercial , mas continua popularmente conhecida como a casa em estilo confeitaria.
 
                    Torre da Cidade - seculo XV

Innsbruck, alem de ser um renomado centro de esportes, tendo  sediado inclusive as olimpíadas de inverno nos anos de 1964 e 1976 e os Jogos Olimpicos Universitarios de 1968 e 2005, abriga muitos outros acontecimentos, tais como as Semana  de Innsbruck  de Musica Antiga, o Festival Internacional de Cinema o Verao Internacional da Danca, o Festival de Jazz de New Orleans, o Festival de Pascoa e o Festival Real em Honra do Imperador Maximiliano I.

Museu do Estado


Depois de Viena, eh em Innsbruck que se encontra o maior numero de museus.Ha museus que sao federais - o do Palacio Imperial e o Museu de Historia da Arte - e outros que estao a cargo de uma instuicao denominada Sociedade Tiroler, fundada em 2007, como o Ferdinandeum, o Arsenal e o Museu Etnologico. A cargo de Innsbruck estao o Museu do Telhadinho de Ouro e o Museu da Cidade.A Igreja tem  dois museus e ha , ainda, outros que sao iniciativas privadas. Em especial, ha o Mundos do Cristal, criado em 1995, em comemoracao ao centenario de Daniel Swarovski. Esse eh bem interessante de visitar...uma vez...



Innsbruck eh realmente uma cidade charmosa e vivaz. Alem dos musicos e dos pintures , ha tambem estatuas vivas, representando figuras de epoca e trazendo encanto aa cidade - uma cidade que nem parece que sofreu tantas destruicoes quando foi anexada pela Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial,  tendo sido bombardeada pelas forças aliadas - o que causou fortes danos na catedral, em Wilten, na estação ferroviária e na Maria-Theresienstrasse,  belissima rua  do centro.



Eh interessante observar as alteracoes que sofrem monumentos e esculturas publicas quando pessoas brincam, acrescentando-lhes algum detalhe.Em Dublin, vi um monumento em que alguem colocara, sobre a cabeca de heroi/cavaleiro, um desses cones coloridos , usados para indicar impedimento de passagem em ruas ou estradas.A figura tornou-se comica. Neste monumento em Innsbruck, colocaram uma garrafa de vinho na mao de um dos personagens, ampliando as possibilidades de leitura...


Foi Christoforo Benedetti que, em 1706, este magnifico monumento barroco, denominado Coluna de Santa Ana. Embora se trate de uma coluna mariana foi assim denominada por ter sido benzida no dia 26 de julho, dia de Santa Ana.Foi erigida em agradecimento aa vitoria dos tiroleses sobre os bavaros, em 1703.Ao redor da coluna, encontram-se os santos padroeiros da regiao - Virgilio (leste); Cassiano (oeste); Jorge (sul); Santa Ana (norte).

Anfitrite

Na mitologia grega, Anfitrite eh uma ninfa, filha de Nereu, irma da deusa Tetis, portanto tia de Aquiles. Como esposa de Poseidon, tornou-se deusa dos mares. Na Fonte Leopoldo, aparece com outras duas deusas.Constituem belos exemplos do Maneirismo ( olhem com atencao para a cabeca e os cabelos ). Conta-se que Andreas Hofer, comandante da guerra de libertacao do Tirol, nao gostava dessas deusas nuas e chegou a cogitar em transforma-las em balas de canhao.Felizmente nao o fez. Eh um belo monumento.


Hospedei-me neste fantastico hotel por tres vezes. Como eh muito concorrido, as reservas devem ser feitas com bastante antecipacao. Atrasei-me nesta viagem e nao mais consegui lugar . Weisses Kreuz eh, historicamente, uma pensao, que funciona, no mesmo lugar, desde 1465. Em 1769, Wolfgang Amadeus Mozart hospedou-se aqui, quando passava para ir aa Italia, juntamente com seus pais. Alem da excelente  localizacao e de oferecer um delicioso cafe da manha, os moveis, quadros e objetos sao dignos de museu. O preco eh bem razoavel; a estada, inesquecivel.



Ha muito mais o que ver em Innsbruck, alem do que mostrei aqui, como o Antigo Palacio do Governo, a Prefeitura, o Teatro do Estado, a Igreja dos Jesuitas, o Arco do Triunfo, a Basilica de Wilten e o Estadio  de Bergisel. Dependendo do tempo disponivel, pode ser aconselhavel comprar um passe no hop on hop of , por dois dias , e descer nos lugares escolhidos. Certamente irah encantar-se com eles. O Tirol eh facil de ir e bonito de  ver.



"O sol que doura as neves afastadas
No inútil cume  de altos montes quedos
Faz no vale luzir rios e estradas
E torna as verdes árvores brinquedos....


Tudo é pequeno salvo o cume frio,
De onde quem pensa que de ali nos vê
Vê tudo mínimo, num desvario
De quem da altura olha quanto é."
Fernando Pessoa