segunda-feira, março 24, 2014

Escócia: tours de um dia


Entrada principal do Castelo de Stirling

Na busca de informacões, com que precedo qualquer viagem, descobri vários tours de um dia, com  11 ou 12 horas de duração, pelo interior da Escócia. Depois de ler apreciações e análises de outros viajantes, optei por dois que me pareceram bem interessantes - um que incluía o Castelo de Stirling; outro, o Lock Ness.
Loch Lomond

O primeiro ia, além do Castelo, ao Loch Lomond e a Glengoyne Distillery. O segundo, além do Loch Ness, ia às Terras Altas e a outra Distillery. Tinham cerca de 12 horas de duração e custavam um preço bastante razoável ( menos de 40 libras por pessoa).Nos dois, a presença dos ícones culturais da Escócia: kilt,gaita de foles e whisky.
Percurso com paisagens lindas
As paisagens do interior da Escócia são tão variadas e bonitas que  amenizam o desconforto do ônibus com que fizemos o tour - um dos piores em que já viajei. Ainda bem que a primeira visita compensa - e muito - o esforço feito. O Castelo de Stirling , um dos exemplos da cultura renascentista no país, situado no alto de um vulcão extinto, oferece , além dos tesouros que guarda, uma vista fantástica dos campos da região e da antiga cidade próxima a ele, que é conhecida como Colina do Castelo.

Detalhes do Castelo de Stirling
Stirling é um dos maiores castelos do país, famoso pela arquitetura e pela história. Sua existência começa no ano 1100, mas a maior parte dele foi construída entre 1496 e 1583. Foi residência de reis e rainhas durante mais ou menos cinco séculos e objeto de lutas e disputas em batalhas sangrentas - o que  propicia, até hoje,  cenário para muitas histórias de assombração. Viveu também aqui a rainha  Maria Stuart - muito criticada por participar de jogos de golfe logo depois do assassinato de seu marido, lord Darnley, em 1568.

No Castelo, muitas estátuas de heróis que o defenderam.

O Castelo é cercado por escarpas íngremes em três de seus lados. Mesmo assim, foi sitiado e atacado 16 vezes e testemunhou grandes batalhas nas planícies de sua proximidade, como a célebre - assim dizem os escoceses - Batalha de Stirling Bridge, em 1297, em que William Walace venceu o exército inglês, que tentava atravessar o rio Forth e chegar ao Castelo.

Vista a partir da estrada de acesso ao Castelo

Após muitas batalhas que o defenderam, Stirling tornou-se, entre 1800 e 1964, propriedade do Gabinete de Guerra da Escócia e transformou-se em quartel. Lamentavelmente, nesse período, sofreu alterações diversas, como a transformação da capela Real em sala de jantar.

Detalhe da arquitetura do Castelo
Em setembro de 1964, a Sociedade de Proteção aos Monumentos Históricos responsabilizou-se pelo Castelo Stirling. Hoje ele abriga um museu do exército, uma pequena galeria de arte e um estúdio de tapeçaria, que procura reproduzir as peças existentes antigamente no local -  hoje muitas dessas tapeçarias estão espalhadas por diferentes museus nacionais e internacionais.

Portas e portões majestosos

Há, ainda, um grande espaço - e um cenário fantástico -  para concertos e apresentações de grandes artistas, como Bob Dylan e os R.E.M. que já se apresentaram nesse lugar. É um passeio que eu recomendo, acrescentando que, se possível, use carro de modo a ter tempo para ver, detalhadamente, o castelo e seu entorno. Visita realmente aconselhada.

Ronald e Pedro no Loch Lomand
Saindo do Castelo Stirling e de seu magnífico entorno, incluindo cemitérios com jardins muito bem cuidado, cruzamos por estradas e estradinhas, passando por outros castelos e por charmosos povoados. Chegamos,então, ao local onde almoçamos, um desses espaços turísticos muito artificiais e sem grandes encantos. Daí partimos para a segunda visita que constava do programa: Loch Lomond , um  bonito lago, mas nada surpreendente ou capaz de provocar um prolongado  ohhhhhh!!!!

Loch Lomond
Loch Lomond e os Trossachs foram designados como o primeiro Parque Nacional da Escócia , em 2002. Tornou-se  uma área bastante popular entre os habitantes locais e os visitantes. Lomond é um lago - loch em gaélico escocês - de água doce, na Falha das Highlands, com 39 km de comprimento para um máximo de 8 km de largura.
Lojinha turística em Balmaha

A profundidade média do loch Lomond é de 37 metros, mas ele chega a alcançar uma profundidade máxima de 190 metros. Situa-se a 23 Km ao norte de Glasgow. Pela sua extensão, é o maior dos lochs da Grã-Bretanha; e o segundo, depois do Loch Ness, em volume de água.

Cascata na Glengoyne Distilaria
Após a visita ao Lago e uma bela caminhada pelas suas margens, fomos ver a  Glengoyne Distillery, situada em um vale arborizado nas Southern Highlands . Essa destilaria, que leva o nome de ' Glen Guin ' ou Glen dos gansos selvagens , produz , há quase 200 anos,  um único malte de alta qualidade. Sua localização é muito bonita, em meio a um bosque , com uma cascata de água puríssima, usada na fabricação do wisky ali produzido.
Entrada na Glengoyne Distilaria
Ronald foi assistir à demonstração de todos os processos de fabricação do famoso wisky. Pedro e eu, como não bebemos, fomos conhecer e fotografar o bonito lugar onde a Glengoyne está instalada. Terminávamos, assim, o primeiro tour que havíamos planejado para o interior da Escócia.

Cascata nas Highlands fotografada por Pedro
No dia 1o. de janeiro, Ronald , Pedro e eu fomos à Estação Central de Trens com o objetivo de ir à cidade de Dundee. Não sabíamos, entretanto, que o primeiro dia do ano é feriado integral para os escoceses. Nesse dia, os trens locais não funcionam - somente funcionam os de longa distância que vão a outros países. Gastamos o dia passeando por Edimburgo.

Lago Ness  fotografado por Pedro
Tínhamos programado um tour de 12 horas para conhecer o Loch Ness - e quem sabe fotografar o monstro ou comprar uma simpática miniatura dele. Mas, como diz o velho ditado Iídiche,  "O homem planeja e Deus dá risada". Eu passei muito mal a noite, não consegui dormir, estava angustiada, tensa e sentia fortes dores nas pernas. Ronald propôs-me que eu ficasse no hotel e tentasse descansar e dormir. Ele iria com o Pedro. Foram. Voltaram felizes, trazendo chocolates e comidinhas para mim. Não o acompanhei, portanto, nesse  que foi seu último passeio. Enfartou na manhã seguinte.

Highlands by Pedro Menini

" Lançou-me a mágoa seu véu:
Menos um ser neste mundo
E mais um anjo no céu."

Fernando Pessoa