sexta-feira, agosto 16, 2013

Dakota do Sul: Custer State Park

A caminho do Custer State Park
Nem se precisa conhecer bem os Estados Unidos para já se ter visitado vários parques. São muitos e estão distribuídos por todo o pais. A grande maioria deles são estaduais. Há, no entanto, os grandes parques nacionais, como Badlands, Gran Canyon, Yosemite, Yellowstone e Theodore Roosevelt. O Serviço Nacional de Parques ( NPS) é uma agência do governo que administra os parques e monumentos nacionais e outras propriedades de valor histórico. Já fiz a lista dos parques todos que desejo conhecer. 

Na entrada, o símbolo do parque
Já no final de nossa visita a Dakota do Sul, estivemos, durante um dia, percorrendo o Custer State Park. Com baixa velocidade e muito cuidado com os animais, que , soberanos, passeiam calmamente por todos os espaços, cruzamos por  estradas lindas, com deslumbrantes paisagens por todos os lados.

Dona do pedaço!
Neste período de férias, vêem-se famílias em carros que parecem levar metade da casa e crianças que se encantam com surpresas que acontecem a todo momento. Não só crianças. Eu realmente fiquei surpresa e encantada, por exemplo,  com a tranquilidade com que este animal atravessou a estrada , enquanto nós, que paramos o carro, esperávamos que ele terminasse a travessia.



O Custer State Park tem uma área de, aproximadamente , 30 mil hectares.Vivem , nesse espaço, assim como muitos outros animais, um cervo de cauda branca (Odocoileus), o whitetail, um cervo nativo de tamanho médio, encontrado no Canadá, no México e nas Américas. Têm hábitos principalmente noturnos , mas podem ser vistos a qualquer momento, no ano todo.

Bisão, perto da estrada, passeia tranquilo
Vivem , nesse espaço também, 1300 bisões, que constituem o maior rebanho existente, em espaços públicos, no mundo. Eles podem crescer até dois metros de altura e pesar até uma tonelada. Foram reintroduzidos no parque após a caça e o abate que os reduziu  de 60 milhões para 250 mil. Os bisões são animais muito fortes, que podem subir terrenos íngremes e pular cercas. Às pessoas, recomenda-se cautela ao aproximar-se deles.

Construções típicas
Muitos alojamentos são oferecidos no Custer, cada um com identidade própria e diferenciada. Estão , ainda, disponíveis para aluguel,  nesses alojamentos, jeeps, camionetes, motos, lanchas e botes. Para informações, pode-se acessar custerstatepark.info. É bom saber também que o Walmart permite que, gratuitamente,  trailers e carros passem a noite no estacionamento desse supermercado, economizando, assim, uma diária de hotel. Exige-se, entretanto, que seja feita uma reserva por telefone, combinando a hora de chegada.
Granito
Em toda esta área, encontram-se formações de granito em bonitas cores. Mais resistente do que o mármore, o granito é uma rocha ornamental, bastante usada na construção civil, em razão de sua durabilidade, estética e praticidade - é fácil de limpar e de conservar em bom estado. Os Estados Unidos é grande exportador e usuário de granito.

Ponte na estrada de saída do Parque
Custer State Park é um passeio que recomendo para jovens, adultos e adultos com crianças. Estradas que serpenteiam pelas montanhas; florestas com árvores gigantes; riozinhos, cascatas, lagos e fontes; indicações  e orientações claras e frequentes; possibilidade de , a qualquer momento, poder ver e fotografar bisões, cães de pradaria, carneiros selvagens e outros bem mais raros, como o lince e o coyote. E, mais ainda, a profunda sensação de beleza, harmonia e paz.

Rochas no interior do Park

"Ah! Querem uma luz melhor que a do Sol!
Querem prados mais verdes do que estes!
Querem flores mais belas do que estas que vejo!
A mim este sol, e estes prados,e estas flores contentam-me.
Mas, se acaso me descontentam,
O que quero é um sol mais sol que o Sol,
O que quero é um prado mais prado que estes prados,
O que quero é flores mais flores que estas flores.
Tudo mais ideal do que é do mesmo modo e da mesma maneira."


Fernando Pessoa

Bye,Bye..