sábado, julho 20, 2013

Chicago, outra vez.

Chicago

Partimos cedo de Paxton. Sem a estiagem do ano passado, por entre um corredores de milho e soja, agora de um belo verde-verde, fomos até Naperville visitar Nina, a irmã de Ronald. No dia seguinte, fui a Chicago porque devia comparecer ao Consulado do Brasil e apresentar documentos de identificação para o recadastramento obrigatório, exigido pelo governo federal.

Centro de Chicago

É a segunda vez que vou ao consulado brasileiro em Chicago e a segunda vez também que saio de lá  encantada com a presteza, competência e gentileza do pessoal, em especial do vice-cônsul, muito presente sempre para a solução rápida de problemas e dificuldades. Quando vejo funcionários públicos com essas características, fico muito orgulhosa do meu país.
Centro de Chicago
A cidade está ainda mais bonita do que estava em junho, quando aqui estivemos por dois dias. Já escrevi, aqui no Correndomundo, sobre essa visita. Desta vez , Chicago foi nosso ponto de partida para visitar Wisconsin, Minnesota, Dakota do Sul, Nebraska , Iowa e novamente Illinois, numa viagem de carro, semelhante a que fizemos até New Orleans. Essas duas viagens integram as comemorações alusivas aos meus - bem vividos - setenta anos.



"Ah! Querem uma luz melhor que a do Sol!
Querem prados mais verdes do que estes!
Querem flores mais belas do que estas que vejo!
A mim este sol, e estes prados,e estas flores contentam-me.
Mas, se acaso me descontentam,
O que quero é um sol mais sol que o Sol,
O que quero é um prado mais prado que estes prados,
O que quero é flores mais flores que estas flores.
Tudo mais ideal do que é do mesmo modo e da mesma maneira."


Fernando Pessoa