quarta-feira, maio 08, 2013

Atenas : Revendo Tesouros

Em Atenas, Igreja Ortodoxa Grega

Mantenho a convicção de que a Grécia é muito maior , geograficamente, do que a área que lhe é atribuída. Está longe de ser um país pequeno, como leio muitas vezes, porque, ao longo de sua história, as fronteiras do Estado grego , definidas em 1948, foram ampliadas pelas águas, seja no percurso através de  ilhas e arquipélagos, seja no domínio e no conhecimento  dos mares.

Laranjeiras nas ruas da cidade

Tenho especial carinho por este país, em razão de sua história, de sua produção cultural e dos meus bons amigos gregos. Tenho admiração pelo povo grego por suas contribuições com o mundo ocidental. Suas grandes criações, a democracia e o drama,  já justificam o interesse histórico que o país desperta.


Pausa em Atenas

Estive na Grécia em diferentes estações do ano, e o movimentos dos turistas me parece fluxo constante. Como estamos hospedados na avenida Sygrou, percorremos, ainda no final da tarde do dia da nossa chegada, os arredores da Acrópole e a fantástica Plaka, a rua mais tradicional de Atenas. Agora, na primavera, há, no perfume das flores de laranjeira, um encanto a mais. A cidade está, literalmente, perfumada.


Lojinhas na tradicional Plaka

Em Monastiraki e Plaka, podem-se  fazer comprinhas  típicas de turista, como camisetas, bonés, chaveiros, sabonetes feitos com azeite de oliva, ícones,  bordados, tapetes e tapetinhos, potes de cerâmica, colheres de madeira, artigos de couro, bebidas, com destaque para o ouso - destilado com sabor de anis - queijos deliciosos e especiarias diversas. São famosas também as jóias em ouro. Comprei um camboloy -  um brinquedo popular de contas, similar a um rosário mas sem finalidade religiosa , que é usado pelos gregos como passatempo relaxante e método de controle stress.  Segundo uma brincadeira de minha amiga grega, o camboloy deve ocupar as mãos dos homens para que eles não as usem em atos pouco elegantes socialmente.


Fantásticos ícones
Em lojinhas de museu e nas lojinhas de Plaka, vi belíssimos ícones: representações sacras, pintadas sobre painel de madeira, em cores vivas e com muito dourado, que surgiram no século V, sendo, portanto,  uma criação bizantina.Comprei somente um ícone pequenino, um São Paulo,  para dar ao meu filho, Paulo de Tarso. Em algumas igrejas, há  indicação de quais os ícones que podem ser fotografados.

Novo Museu da Acrópole

Gosto , em especial, de dois fantásticos museus gregos. O Museu Benáki e o Novo Museu da Acrópole. O primeiro, aberto em 1931, foi fundado por Antonios Benákis que doou ao Estado Grego a casa de sua família e seu ríquíssimo acervo pessoal, incluindo joias de ouro, algumas datadas de 3 mil anos a.C. O segundo, localizado muito próximo da Acrópole, encanta desde a sua proximidade: uma incrível e moderna estrutura   Foi construído sobre as escavações de um antigo povoado cristão, cujos vestígios podem ser vistos através da passagem de vidro com que se chega à entrada principal. Na galeria arcaica, pode ser vista a belíssima estátua do Carregador de Bezerro.


Estação de Metrô Acrópole

O metrô de Atenas é confortável, rápido e alcança lugares bem importantes para quem visita a cidade - como o aeroporto e o porto Pireo. A maior parte do percurso é de superfície. Algumas estações , como Syntagma e Acrópole, têm incríveis exposições de achados arqueológicos, feitos quando da sua construção, como pode ser visto na foto acima. Os bilhetes de acesso ao metrô podem ser adquiridos nas estações e devem ser validados antes de entrar no trem. Os trens passam a cada cinco minutos, das 05h às 24h30min.


Melina Mercuori

Tornou-se mundialmente conhecida com o filme Nunca aos Domingos, que deu a ela o prêmio de melhor atriz, no Festival de Cannes, em 1960. Seu avô foi prefeito de Atenas; seu pai, membro do Parlamento.Nesse festival, conheceu o diretor de cinema Jules Dassin, com quem casou e viveu toda a sua vida. Deixou admirável  legado como ativista  , atriz e cantora.  Em 1978, encerrou sua carreira para dedicar-se à política . Foi Ministra da Cultura por dois mandatos.   Melina Mercuori nasceu em 1920 e morreu com 73 anos.

Panathenaic Stadium
Localizado bem no centro de Atenas, próximo aos Jardins Nacionais, com muito verde de frondosas árvores, o estádio de atletismo Panathinaiko (Panatenáico), também chamado Kallimarmaron  - no grego,  beleza em mármore -  domina a área com sua grandiosidade e beleza. Foi construído em 566 a.C. e reconstruído em 329 a.C. Em 1870 suas ruínas foram restauradas. Em 1895, foi reformado para a realização dos primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna em Atenas, em 1896. Em 2004, quando a cidade sediou os Jogos Olímpicos Mundiais, hospedou as competições de tiro com arco e recebeu os atletas da maratona masculina e feminina. Tem capacidade para 80 mil pessoas sentadas.


Porto Pireo
Localizado na grande Atenas - pouco mais de 10 km - Porto Pireo é local bem interessante de visitar. A ele pode-se chegar de ônibus ou metrô. Reserve um tempo para ver seu entorno. Vale a pena. Esse Porto  já era usado como ancoradouro no século VII a.C. Atualmente é o principal porto que faz a ligação da parte continental da Grécia às suas ilhas, recebe grandes navios de cruzeiros e , ainda, movimenta-o muito a chegada de grandes navios mercantes chineses, que aportam aqui na sua entrada para entrega de produtos na Europa.




Além da arqueologia monumental, das paradisíacas ilhas, do mar muito azul, dos edifícios emblemáticos, a Grécia hospeda um outro tesouro que muito me encanta. Refiro-me ao povo grego - e não estou me referindo apenas a Sócrates, Platão, Aristóteles e outros que o mundo inteiro conhece e que tanto contribuiram a compreensão da Política, no seu sentido mais amplo. Refiro-me ao povo que reage contra os ditames da troika, que recebe milhões de turistas como se fossem únicos ali chegando, que frequenta tabernas e cafeteria com alegria que parece despreocupada. Gente bonita,gente educada, gente culta. Estive muitas vezes na Grécia - e estou sempre pronta para retornar. 

Comidinhas gregas - Kebab
Come-se muito bem na Grécia. Em qualquer lugar, encontra-se comida fresca, muita verdura, frutos do mar, frutas secas, azeitonas, queijos e doces deliciosos. Gosto muito das mezèdes , pequenas porções de bolinhos de carne ou de peixe, peixinhos fritos, queijos temperados ou grelhados, tomates, berinjelas, abobrinhas e pimentões grelhados ou assados - e outros tantos pratinhos. Procuro comer sempre molho tzatziki - yougurt, alho e pepino ralado - com sardinhas fritas. Não dispenso Xoriatika, uma gostosa salada com queijo de leite de cabra e de ovelha, cebola, tomate e muitas verdurinhas. A comida é realmente deliciosa, entre outros motivos, porque a Grécia tem o melhor azeite de oliva e a melhor azeitona do mundo.Sem exagero!




Revendo tudo isso, repito o que escrevi em 2006 ( http://www.correndomundo.blogspot.com.br/search/label/Gr%C3%A9cia) : " fica fácil, mesmo para quem não é de áreas afins, entender os versos de Horácio, referindo-se à influência dos gregos sofrida pelos romanos: A Grécia vencida subjugou o feroz vencedor com a fascinação de sua arte. Essa arte certamente está na raiz de muitas de nossas preferências e de nossos olhares sensíveis".