sexta-feira, dezembro 07, 2012

"Eu gosto de Juazeiro e adoro Petrolina ..."

Escultura da sereia no Rio São Francisco


"Na margem do São Francisco, nasceu a beleza
E a natureza ela conservou
Jesus abençoou com sua mão divina
Pra não morrer de saudade, vou voltar pra Petrolina
Do outro lado do rio tem uma cidade
Que em minha mocidade eu visitava todo dia
Atravessava a ponte ai que alegria
Chegava em Juazeiro, Juazeiro da Bahia.


Vista de Juazeiro a partir de Petrolina

Hoje eu me lembro que nos tempos de criança
   Esquisito era a carranca e o apito do trem
   Mas achava lindo quando a ponte levantava
  E o vapor passava num gostoso vai e vem.

  Petrolina , Juazeiro, Juazeiro, Petrolina
 Todas duas eu acho uma coisa linda
 Eu gosto de Juazeiro e adoro Petrolina."

Alceu Valença



Vista de Petrolina a partir de Juazeiro


Entre Juazeiro e Petrolina, corre o rio São Francisco, o Velho Chico, como é carinhosamente chamado. É um dos rios mais importantes do Brasil, com 2830 km de extensão. Nasce no município de Medeiros, em Minas Gerais, atravessa o estado da Bahia, faz a divisa desse estado com Pernambuco e a divisa natural entre Sergipe e Alagoas, desaguando, depois, no Oceano Atlântbico.

Goiabas em fazendas irrigadas com água do Velho Chico




Em seu percurso, passa por  áreas com diferentes climas, vegetações e relevos, sendo utilizado com fonte hídrica para a geração de energia em cinco usinas hidrelétricas. Percorre regiões semiáridas, com pouca chuva e afluentes , mesmo assim é perene, porque seu volume é mantido por afluentes do centro de Minas Gerais, onde as chuvas são mais frequentes. Recebe 90 afluentes  na sua margem direita  e 78, na esquerda. Tem grande importância econômica, social e cultural para a região que o recebe.



Mangas Tommy, irrigadas com água do Velho Chico
São Francisco apresenta condições de navegação em alguns trechos. Já fiz nele, a partir de Juazeiro ou de Petrolina, em barcos turísticos,  belos passeios, visitando suas ilhas e apreciando suas belas margens. Esses passeios são oferecidos durante a semana - menos aos domingos. 
Grande é a importância  socioeconômica desse rio para as cidades que o margeiam. Juazeiro e Petrolina são hoje destaque na exportação de frutas, cultivadas em fazendas irrigadas.



Centro de Juazeiro 

Juazeiro é uma cidade bem interessante.Está localizada no Vale do São Francisco, na margem direita do rio do mesmo nome. Com população ao redor de 200 mil habitantes, forma, junto com Petrolina,  o maior aglomerado urbano do semiárido. Seu interior já era percorrido por bandeirantes em 1596. Com o estabelecimento, em 1833 ,  de uma Missão Franciscana, tornou-se cidade no mesmo local onde hoje a conhecemos. 
(A foto ao lado foi retiradada internet. Não encontrei a identificação do autor ).


Produção constante de uvas

Juazeiro é também chamado de Terra das Carrancas, em razão da escultura de madeira usada nos barcos, que muitos acreditam afugentar maus espíritos. A cidade tem presença forte nas manifestações culturais populares da Bahia.
Sua grande riqueza é a agricultura irrigada, graças às águas do rio São Francisco. Petrolina e Juazeiro são os maiores produtores de frutas tropicais no país, com destaque para manga, goiaba,uva, melancia, melão, coco e banana.
Mangas de uma das duas mil mangueiras do "seu" Manuel

 



Petrolina , que tem esse nome em homenagem a D.Pedro II e sua esposa, Maria Leopoldina, é a cidade irmã de Juazeiro, localizada na margem pernambucana do rio São Francisco. Juntas, Juazeiro e Petrolina, constituem o grande pólo exportador de frutas. Distante 730 km de Recife, Petrolina tem a segunda maior população e o segundo maior PIB do interior de Pernambuco. Tem, ainda,  o maior índice de saneamento básico do nordeste e já foi apontada como uma das 20 cidades de futuro no Brasil.



Belos e fotogênicos cajueiros

Petrolina, que passou a município em 1893,  tem    hoje 300 mil habitantes, excelente rede hoteleira, um grande shopping em funcionamento e mais dois em construção. É uma cidade vibrante, com muitos executivos transitando e já com muitos turistas aparecendo. O aeroporto Senador Nilo Coelho, com oito vôos diários para Recife, Salvador e conexões, firma-se como um dos principais do Nordeste, impulsionado pela produção agrícola do Vale do São Francisco.

Plantações de uva de mesa





O aeroporto  atende a demanda de exportação de frutas da região , já que  é segundo maior de Pernambuco. Sua a pista de pouso e decolagem é a segunda maior do Nordeste e possui, ainda,  o maior terminal de cargas refrigeradas do país com seis câmaras frigoríficas, com capacidade para 17 mil caixas cada uma.




Manuel e Rogério - pessoas muito gentis conosco


Com 3.250 metros de extensão, a pista recebe grandes aviões cargueiros, com capacidade para até 110 toneladas. Tudo isso faz com que se registre , em Petrolina, constante crescimento, tanto econômico quanto populacional.
Favorecida pelo clima seco e pela irrigação com águas do São Francisco, Petrolina, além de maior exportadora de frutas, tornou-se o segundo maior centro vinícola do país, tendo já vinhos premiados internacionalmente.




As frutíferas produzem durante o ano todo
Sua agroindústria tem crescido também. Produz-se sucos, polpas e doces principalmente. Embora meu interesse prioritário sejam as  fazendas, reconheço que há, em Petrolina, muitas atrações urbanas, como o Bodódromo, centro gastronômico ao ar livre, onde servem carne de bode e carne de cordeiro, acompanhados de vinho local e pratos típicos, como macaxeira e feijão de corda; os centros de artesanato e de artes; o museu do sertão e as igrejas.



Meios de transporte...



A taxa de desemprego não é alta, há investimentos públicos em educação  e nota-se nas pessoas orgulho de pertencer a este lugar.
Os meios de transporte são variados, do  moderno ônibus ao pobre burrinho.
Rico e interessante é o folclore daqui. Gostei de escutar  as histórias do Nego d´Água, que carrega as moças bonitas para o fundo do São Francisco; da Nossa Senhora da Rapadura, que, se entrar no rio, a água ficará toda doce; da sereia, das carrancas e outras mais.   


Vista de Petrolina e Juazeiro
Nesta foto, retirada da internet, pode-se ver Juazeiro e Petrolina e , no meio da ponte, a ilha que marca a divisa entre Bahia e Pernambuco - as ilhas daqui são muitas e bem  bonitas.
O vale do São Francisco merece uma visita detalhada para se ver cachoeiras, grutas, ilhas, árvores gigantescas e essas duas cidades, acolhedoras e simpáticas, onde o desenvolvimento econômico e o desenvolvimento social andam juntos - embora o segundo caminhe com mais lentidão.
Gostaria de retornar. Recomendo visita.
"Tenho fome da extensão do tempo, e quero ser eu sem condições." Fernando Pessoa