quinta-feira, novembro 22, 2012

Ainda no Recôncavo, São Félix ...




















Sempre que visito Cachoeira, visito também São Félix. As duas cidades estão separadas pelo rio Paraguaçu e interligadas por uma bonita ponte antiga, toda em ferro, mandada construir por Dom Pedro II. É de Cachoeira que se tem essa encantadora visão de São Félix, cidade com pouco mais de 15 mil habitantes, que creceu  durante a expansão da cana - de - açúcar.



















A cultura local é  marcada fortemente pelas raizes ancestrais: os índios primeiramente, depois os portugueses, que chegaram principalmente para explorar o comércio de madeira,  e os negros vindos da África, a partir de 1549. A topografia de São Félix é bem bonita . Pequenas estradas serpenteiam morro acima. Tem, ainda, uma arquitetura interessante, como pode ser vista, na foto ao lado, no antigo prédio da  Estação Ferroviária.





















Forte também foi a indústria fumageira, com a instalação das fábricas de charutos , como a Suerdieck e a  Dannemann, entre outras.  Assim, a área que margeia o Rio Paraguaçu abrigou depósitos e armazéns de fumo das fábricas de charuto, que deram ascensão econômica à região. Os saveiros continuam a transportar produtos agrícolas e a embelezar a paisagem. Para quem deseja realmente conhecer a Bahia, uma visita às cidades do  Recôncavo é indispensável.