segunda-feira, agosto 27, 2012

St. Louis - MO e o Gateway Arch-Jefferson

Ponte sobre o Mississippi
Sou apaixonada por rios e lagos, por água parada ou água em movimento. Meu desejo de ir a St. Louis, cidade do estado de Missouri, concentrava-se em ver o rio Mississippi - e  vi. E andei de barco por ele. E fiz fotos dele.Lindo.

O Mississippi é o segundo rio mais longo dos Estados Unidos,só perdendo para o rio Missouri, seu afluente. Juntos, somam mais de seis mil km e formam a terceira maior bacia hidrográfica do mundo - a 1a. é a bacia Amazônia.




Ponte em construção
Nasce no lago Itasca, em Minnesota e corta ou margeia dez estados americanos. As maiores cidades , ao longo do Mississippi , cujo nome significa Grande Rio ou Pai das Águas , são: Minneapolis, Sain Paul, Memphis, New Orleans e Saint Louis.

Dada sua importância e beleza, o rio está bem presente em canções, como Big River de Johnny Cash, Louisiana de Randy Newman ,When the Levee Breaks dos Led Zeppelin. e Moon River do filme de 1961 Breakfast at Tiffany's.

Na região em que estive, o Mississippi separa o estado de Illinois do estado de Missouri, tendo, de cada lado dele, as cidades de St.Louis (IL) e St Louis (MO). Várias pontes fazem a ligação entre essas duas cidades e estradas desses dois estados, pontes antigas que mostram interessante arquitetura.



Vista do Arco a partir do Mississippi
Uma nova ponte está sendo construída - as obras estão iniciadas, igualmente, nas duas extremidades. Na segunda foto, a construção vista a partir desse rio, num passeio feito em barco, com uma hora e meia de duração. Depois de ver o rio, fui, aos poucos, conhecendo St.Louis (MO), uma cidade  bem falada aqui na região.

Não imaginava, entretanto, que me encantaria  com essa cidade, fundada, em 1764,  por um francês, comerciante de peles, e  localizada ao sul do lugar onde o Missouri deságua no Mississippi e que só se tornou parte dos Estados Unidos com a compra da Louisiana em 1803.

St.Louis (MO) tornou-se o Portal para o Oeste, pois por ali entravam os barcos que iam, pelo rio Missouri, nessa direção. Hoje, é uma cidade turística, movimentada e bonita.



Elegância do Arco de 192 m de altura
A grande atração dessa cidade é mesmo o Gateway Arch-Jefferson National Expansion Memorial , o famoso Arco, que se situa num parque fantástico e que simboliza o local de entrada do colonizado leste - Califórnia e Oregon principalmente - para as inexploradas terras do oeste. Localizado no lugar original onde, em 1764, o comerciante de peles Pierre Laclede deu início ao acampamento que originou a cidade, o Gateway Arch tem 192 metros de altura e um dos elevadores mais fantásticos do mundo - citado entre os quinze mais fantásticos, ele é o quinto . 

Essa última informação me foi enviada por Hemerson Ramos, meu amigo residente em Dublin-Thanks!



Courthouse vista do topo do Arco
O elevador do Gateway Arch tem oito cabines que comportam cinco pessoas em cada uma delas, separadamente. Fomos encaminhados para a frente de onde estavam nossos lugares - cabine no.2. Quando as portas se abriram e saíram os passageiros anteriores, acomodamo-nos, as portas foram fechadas  e fomos levados - 192 m acima - até uma parte plana, no topo do arco, com oito " janelinhas" de cada lado, de onde tivemos uns cinco minutos para fazer fotografias. Há também escadas internas com 1076 degraus, para uso de pessoal especializado somente.

De um lado era possível fotografar, pelo vidro, é claro, a cidade de  St. Louis ( IL ) ; pelo outro lado, St.Louis (MO). A vista é incrível. Apesar do medo, consegui fazer algumas fotos - naturalmente meio tremidas porque eu tremia um pouco e ria de assustada.



Vista de St. Louis ( IL) do topo do Arco
Muito interessante a vista que se tem de dois espaços que, por diferentes razões, são importantes para a cidade. 

O primeiro é o onde se localiza a majestosa Old Courthouse, um dos prédios mais antigos de St. Louis (MO).Ali, ocorreu o julgamento inicial de Dred Scott, que aprofundou, em 1857, com a decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos,  as diferenças raciais no país, e que contribuiu para a eclosão da Guerra Civil , iniciada em 1861.




Do topo do Arco, vista do Estádio do Cardinal
O segundo espaço , mais contemporâneo e leve, é onde está o vermelho estádio do Cardinal, time de baseball , esporte muito popular aqui, entre crianças e adultos e cujas regras são para mim um verdadeiro mistério! Em tyoda a cidade é possível comprar camisetas, cheveiros e mil coisas com a figura do nosso conhecido cardeal , pássaro de rara beleza, com sua crista vermelha . Nos jogos do Cardinal, torcedores de diferentes regiões se deslocam para St.Louis onde, além do jogo, são apresentados diferentes e alegres shows.



Eero Saarinen e seus objetos de estudo
O Arco, que é todo de aço e pesa mais de 17 mil toneladas,  foi iniciado em fevereiro de 1963 e concluído em outubro de 1965. O projeto arquitetônico dele é de Eero Saarinen, filho do arquiteto finlandês Eliel Saarinen.
Eero estudou na Universidade de Yale e foi responsável  pelo desenvolvimento de projetos vanguardista entre eles, esse de St.Louis(MO). Apesar de ter morrido com 51 anos, recebeu muitos prêmios por seus inovadores trabalhos.

Muitas fotografias dos estudos e experimentos de Eero podem ser vistas nos museus e nos espaços do Arco. Bem interessantes.

Também vi muitos cartazes com diferentes representações desse Arco no Parque onde ele está situado: crianças pulando corda, cestas de frutas, cestas de flores. Imagens criativas e bonitas.



Quadro do Museum of Westward  Expansion
O Museum of Westward  Expansion, que está na base do Arco, mostra elucidativas cenas e históricos objetos representativos da entrada para o Oeste, com muitos detalhes da expedição de 1803/1806 de Meriwether Lewis e William  Clark. Esses exploradores subiram o rio Missouri , viajando de barco. Depois, viajaram a pé, pelos estados de Montana e Idaho. Eram acompanhados pelo famoso guia indígena Sacagawea e seu filho pequeno. O total do percurso foi de oito mil quilômetros, pois chegaram até a Costa do Pacífico.



Parques com belos lagos
Há muito o que ver em St.Louis ( MO) . Parques , como o do Arco e o Forest Park, este último, com 526 hectares , é um dos maiores do país; um bairro de restaurantes e de entretenimento - Lacjede´s Landing - onde antes eram armazéns de algodão, comida e tabaco; o St. Louis Art Museum, que inclui obras de artistas nacionais e regionais; a famosa cervejaria , fundada em 1860 por imigrantes alemães, a Anheuser-Busch Brewery, que criou a marca Budweiser lager; o Missouri Botanical Garden , que possui um jardim japonês, um jardim inglês e um jardim aromatizado; o bonito campus da universidade, com interessante arquitetura e com muitas esculturas espalhadas por seus jardins.

Sorriso nervoso no alto do Arco.

Além disso, muitas flores e ávores  nas ruas;
diversificados  restaurantes e cafeterias;
muitos lugares para compras -
de onde fugi rezando um Pai Nosso:
 ....não nos deixeis cair em tentação!

Cidade para ver e retornar.