sábado, julho 02, 2011

Parada técnico-afetiva

Bela União - hoje

Preciso, realmente, de um intervalo técnico-afetivo , que só pode ser conseguido aqui, na Bela União dos meus antepassados. 
Cuido de plantas, seleciono sementes, vejo pessoas, colho frutas, brinco com cachorros, estudo, planejo viagens, cozinho, entre outras tantas coisas que me mantêm ocupada o dia todo.
Tenho uma rotina bem estabelecida. Ir à cidade é um acontecimento e , quando vou, levo uma lista enorme de coisas para fazer . Vou a supermercado, farmácia, correio, agropecuária. Raramente faço visitas.



O frio tem sido intenso. Frio e vento. Impossível fazer grandes caminhadas.     Ando ao redor da casa.
Leio, nestes dias, sobre Estônia, Lituânia e  Letônia e , ainda, St. Petersburg, na Rússia.. Comecei a me apaixonar pelos países Bálticos , mas não quero visitar apenas as capitais. Preciso, portanto,  de tempo para ver  as pequenas e históricas cidades.



Bela União

Prometo, a mim mesma , rever lugares que constituem paixões da minha vida, como Praga e Cracóvia. Preciso compatibilizar minhas recordações com  a realidade atual.

"Extensão parada
Sem nada a estar ali,
Areia peneirada
Vou dar-lhe a ferroada
Da vida que vivi."
Fernando Pessoa