quarta-feira, maio 18, 2011

Winnipeg




Ponte no Centro de Winnipeg


























Começa bem longe a história de Winnipeg. Localizada na confluência dos rios Red e Assiniboine, tornou-se importante para os povos das Primeiras Nações – há mais ou menos seis mil anos. Os europeus estabeleceram-se aqui, no século 17, para comercializar peles. A Ferrovia , que passou por aqui, ao redor de 1880, estimulou a produção de cereais, principal riqueza do Oeste Canadense hoje.

Winnipeg é uma cidade com cerca de 700 mil habitantes, o que significa mais de 50% da população de Manitoba. Estivemos somente um dia aqui, traçamos o que foi possível do centro da cidade, .centro que fica nas proximidades da Estação de Trens.


The Forks Nacional Historic Site





















Não conseguimos visitar os vários museus e galerias de arte. Gostaria de ter visitado o interativo Museu das Crianças de Manitoba e a Winnipeg Galeria de Arte. Gostei muito de ter visto o The Forks National Historic Site. Trata-se, na verdade, da grande e famosa Estação Ferroviária, que existiu junto ao Porto Fluvial. Situa-se num parque de 23 ha. pleno de atrações. Muitas referência à história da presença do trem , que , efetivamente, alterou esta área. Está sendo construído - e o projeto arquitetônico me pareceu bem interessante, o Museu dos Direitos Humanos. Tomara que eu consiga vê-lo pronto! A gente sempre precisa de mais tempo!






















Em Manitoba, muda radicalmente a paisagem que vi durante quase trinta horas - florestas e águas, ainda que belíssimas, estavam me fazendo desejar mudanças. Aqui aparecem as pradarias, com muitas plantações de grãos. Winnipeg, como toda cidade, tem seus encantos. Bem que eu gostaria de voltar para visitar os parques e outros museus.

Amanhã estaremos em Jasper. Depois de três noites dormidas em trem, um hotel passa a ser muito bem vindo. Em Jasper e área, serão três dias, agora de carro. A próxima e última parada serão seis dias em Vancouver. Depois, Vancouver/Chicago de avião.