quinta-feira, junho 03, 2010

Sobre visto para a China


Macau

























Li tanto sobre a China e , no entanto, fiz um erro básico, que me custou cem dólares e algumas horas de preocupação - por pura burrice minha! Quando pedi o visto para a China, em Chicago, não marquei “múltiplas entradas” no formulário. Deram-me o visto com uma entrada somente. Para o Ronald, meu marido, que havia estado na China outras vezes, deram-lhe  mais tempo de permanência e múltiplas entradas. Como fui a Hong Kong, saí da China Continental. De Hong Kong, iria a Shenzhen; voltaria , portanto, à China e precisaria de outro visto, outra entrada por mais uma semana.


Hong Kong




















Passei a ter duas alternativas. Enfrentar a burocracia chinesa em Hong Kong, pagando e obtendo outro visto, ou ir até a Estação Lu Won, fazer a saída de Hong Kong no passaporte e , logo depois, ir à Polícia Chinesa, pagar 650 Renmimbi (100 dólares) e conseguir um visto especial somente para Shenzhen, com especificação do número de dias que poderia permanecer nessa cidade. Optei pela segunda alternativa. Fui superbem atendida pela polícia de fronteira. Chamaram-me atenção os policiais que me atenderam ( assim como os policiais dos aeroportos): uma meninada bonita e bem educada. Parecem pertencer a um programa de “primeiro emprego” de tão novinhos eles são. Shenzhen está muito próximo de Kong Kong , menos de uma hora em trem, mas é China Continental.No final, foram só algumas horas de paciência. Tudo deu certo!Para Macau e Hong Kong, brasileiros não necessitam de visto. O atendimento de chegada e saída é rápido e eficiente.