domingo, novembro 29, 2009

Retornando a Salvador





















Uma semana em Salvador é muito pouco! Foi impossível fazer metade do que havia planejado. Não almocei no "Paraíso Tropical" e nem jantei no "Maria Mata Mouro", dois dos meus restaurantes preferidos. Não fui à casa de Giorgio e Nainha. Não visitei Sebastião. Estive pouco tempo com Fabrício, Kritika e crianças. Não encontrei Lúcia,Guiga, Oscar e Zé Albertino. Não vi outros amigos e amigas que tanto gostaria de ver. Fiquei mais tempo mostrando a Bahia para Ronald e conversando com Gugu. Aproveitei pouco o convívio com a "baianidade"de que tanto gosto. Recordo, agora , uma expressão típica da criatividade linguística da região.
























Ao chegar na Ilha dos Frades, onde se paga cinquenta e cinco centavos para entrar, um rapaz pediu-me moedas. Ao recebê-las me disse: "Deus lhe dê vida longa e um bom plano de saúde!" Quando eu ri, ele acrescentou: "Sem um bom plano de saúde, este desejo é maldição!"
Gostei da viagem. O trecho Porto Alegre/Alegrete, entretanto, desestimula novas viagens rápidas. Logo iremos para Torres. Clima de fim de ano.
Desejo-lhes alegre preparação para as festas de fim de ano!