segunda-feira, julho 28, 2008

Kochi - Imperdível!


Tradicionais Redes Chinesas de Pesca

Foi muito bom ter vindo aqui. Fiquei hospedada em Fort Kochi, perto do porto natural de Kochi, rico em histórias e em beleza. Visitei o Bairro Judeu, onde está a mais antiga sinagoga da Índia – 1568. A comunidade judaica de Kochi dividia-se em dois grupos: os judeus negros e os judeus brancos. No início , eram aproximadamente três mil judeus, hoje já são poucos, porque muitos migraram para Israel.

Visitei igrejas católicas, entre elas a Igreja de São Francisco, onde Vasco da Gama foi enterrado , em 1524 – seu corpo foi depois levado para Portugal. No Sul da Índia, foi onde eu encontrei igrejas e manifestações católicas; em outras regiões essa presença quase não é notada. Muito “fotogênicas” as redes de pesca chinesas. Elas foram erguidas pela primeira vez em 1350. O “modelo” continua a ser usado, junto ao mercado de peixes, perto do porto.


Forte Kochi

Não consegui ver o Mercado Internacional de Exportação de Pimenta. Dizem que é muito interessante, porque os funcionários estão, em cabinas, falando ao telefone, enquanto uma gravação de muitas e animadas vozes é escutada em todo o prédio e serve de fundo às negociações. Tem um Jardim Botânico muito bonito em Kochi, incluive com uma casa típica dos Todas, primitivos habitantes da região.Parte desse jardim é construído em terreno plano, parte é contruíd0 acompanhando a subida da montanha. As árvores da cidade são tão altas e grandiosas que vi um prédio de quatro andares sob seus galhos - e o verde é estupendo. O comércio é intenso na cidade. A presença de muitos estrangeiros é notada ali , em razão disso é fácil encontrar internet, cafeterias, hotéis e restaurantes.Parece-me que a gente do Sul é mais tranqüila e sorridente que a gente do Norte. Bem que eu gostaria de ficar alguns meses no Sul da Índia. Eu precisaria de várias vidas para fazer tudo o que desejo.