domingo, maio 07, 2006

Meus espaços preferidos - Torres






Considero Torres meu "Museu Invisível de Recordações e Saudades". Amo este lugar.Amo minha casa. Sofri muito ao perdê-la e , depois de recuperá-la, me custa muito mantê-la. Mas é um tesouro de subjetividade de que eu não abro mão. Gugu, em sua simplicidade e sabedoria, ainda quando adolescente , me disse uma vez: " Podem mudar tudo na casa de Torres, mas nunca poderão mudar nossas boas lembranças dali".Verdade!
É como se eu visse meus filhos, meus sobrinhos e os filhos de meus amigos, pequenos ainda, correndo pelo jardim, rindo e brincando. É como se eu me organizasse para as férias Torres, meses antes, até como forma de suportar o excesso de atividades e de responsabilidades. É como se eu preparasse sempre uma festa de Natal, com o carinho de quem antecipa cada sorriso e cada gesto de quem dela participa...
Recordo como eu chegava cansada em Torres, pois trabalhava muito e estudava muito também. Recordo como eu dormia nos primeiros dias e como juntava " ânimo e encantamento" para receber tantas pessoas e fazer tantas festas naquela casa. Vivi ali também muitas tristezas, muitas dores, mas essas lembranças se atenuaram com o tempo...as ruins se foram...ficaram as boas. Do passado , ficaram só algumas lembranças e, às vezes, a saudade. Do presente, o desejo de retornar e encontrar " o campo arado, a casa limpa, a mesa posta, cada coisa no seu lugar" .