domingo, abril 16, 2006

Faz 02 anos....2004 também!

Esta é Lidia, minha maravilhosa amiga italiana. Sua foto deveria estar " no capítulo" dedicado a minha família - porque é ali que eu a percebo e incluo.Mulher forte, inteligente, lúcida. Foi uma bênção tê-la conhecido e ter sido possível conviver com ela tanto na Itália, quanto na Bahia.


Foi uma bela viagem: estive em Portugal, Itália, Áustria, Slovakia e novamente Itália.
Fui recebida no aeroporto de Lisboa por Américo e Isabel, queridos amigos! Fiz passeios lindos em Lisboa e interior de Portugal.Fui à XIX Feira Nacional dos Frutos Secos, em Torres Novas; vi a nascente do Rio Alviela; visitei Tomar( foto 2)e Batalha, objetivos desta minha viagem . Lugares de tirar o fôlego. E, de quebra, havia uma festa popular ao lado do Mosteiro de Batalha, com muita comida, muita música, muita alegria.
De Lisboa, fui para Roma, onde Lídia me esperava.Fomos direto para Canale Merano, à casa de campo da minha amiga. Maravilhoso poder estar ali, conversar e descansar.

Com Lídia, fiz passeios inesquecíveis por estradas lindas! Vi os lagos vulcânicos, Braciano e Bolsena( foto1) .Almoçamos em Montefiascone e bebemos o vinho típico da cidade: "est!est!est!" Conta a lenda que um prelado " tedesco", não mais podemndo viajar para experimentar e escolher vinhos, encarregou disso um senhor que andou por muitos lugares e experimentou muitos vinhos.Ao chegar em Montefiascone e experimentar o vinho que ali se produzia,exclamou: Est!Est!Est! E assim se chama até hoje o vinho produzido na cidade.
Uma boa surpresa foi visitar Caprarola(Viterbo).Encantei-me com o Palazzo Farnese e a vista da região que se tem a partir dele. As pinturas dos tetos, recém recuperadas, já valem uma visita.Nele, há uma escada redonda por onde o " signore" podia chegar, a cavalo, aos seus aposentos.Visitei também com Lídia Monteroni d`Arbia. Depois, ela me trouxe a Siena e retornou para Roma. Querida amiga!
Em Siena, vivi momentos difíceis. Fui a um Posto de Internet e, ao ler as mensagens, fiquei sabendo que Lu , minha sobrinha de quem gosto muito, havia tido um AVC. Quis voltar, não consegui passagem. Foi muito difícil a constatação de que isso pode acontecer, a qualquer momento, conosco ou com as pessoas a quem amamos. Falei com algumas pessoas da minha família e fiquei mais tranqüila.
Depois , fui a Volterra, cidade localizada na Província de Pisa e cercada por dois muros: um etrusco, outro medieval. É bonita e tem um artesanato belíssimo feito com alabastro. Entrei na Igreja de Santo Agostinho, datada de 1279, e voltei a pedir saúde para a Lu... pedido de que os santos já deviam estar " por aqui" de tanto eu fazer!
Fui, a seguir, a Montalcino....beber um " Brunello". Um " tour" pela região do Brunello é obrigatório e inesquecível.Gostei tanto de ter conhecido essa cidade que comprei um pratinho de parede para pôr na casa "lá fora".
Amei Pienza, a cidade e seus arredores. Quem conhece fotografias dos campos da Toscana certamente viu as fotos dos campos de Pienza- são os mais fotografados. Visitei ainda o belissimo Vale d `Orcia e as cidadezinha de San Quirico d Òrcia. Vi também os lagos de Chiusi e de Montepulciano .Mas me impressionou muito a Abbazia di Monte Oliveto Maggiore, grandiosa,mas grandiosa mesmo, com afrescos que contam a história de San Benedetto, o criador da Ordem dos Beneditinos. Vi Chiusere, o centro " delle Crete Senesi", famosa argila, de cor gris, com que se fazem produções artísticas e utilitárias de cerâmicas na Região. Véspera de viajar, fiz um passeio pelo centro histórico de Siena. Amo essa cidade. Voltei tarde da noite para San Martino, onde sempre me hospedo.
De Siena , fui para a Firenze ( só umas horinhas por pura saudade) e , de lá, para Verona.Não consigo vir à Itália sem visitar Verona.Dois dias depois, saí cedo e fui para Veneza.Guardei minha bagagen na estação e passeei até o início da noite. Voltei à estação, e peguei o trem que faz Veneza/Viena. Eu estava sozinha numa cabine e dormi quase imediatamente. Uma senhora me acordou quando chegamos a Viena e contou - me que entrara na cabine em Udine...sem que eu me acordasse. Gentilmente, ela guardara meu ticket - café, entregue perto da chegada, enquanto eu continuava a dormir.Usei-o logo depois no bar da estação SUD. Depois do café, de táxi fui até o hotel.
No dia seguinte, em 1h20min de viagem, fui de trem para Bratislava, capital da Slovakia. Esse primeiro passeio que fiz , foi verdadeiramente inesquecível.Era início de outono. Havia uma temperatura e uma luminosidade perfeitas. Folhas amareladas nos jardins do Castelo (Foto), de onde se tem uma visão " divina" do Rio Danúbio. Três dias realmente muito bem vividos e aproveitados ...muitas descobertas...decisão de voltar no ano seguinte.
De Bratislava, retornei a Viena e à Italia. Pretendia descer em Veneza.Meu bilhete era até ali. Dormi e acordei quando o trem parou em....BRESCIA!!! Fui falar com o "chefe do trem", devia pagar o restante do bilhete. Ele ficou emocionado quando viu o meu nome no passaporte e contou-me , então, que o chefe anterior a ele era " il signore Menini" , um homem muito bom. Não me cobrou nada. Fui,portanto, de "carona" até Milano.
Ao chegar na estação de Milano, resolvi voltar ao Brasil. Assim, viria para o aniversário do Mile e do Pedro e visitaria a Lu , com quem eu continuava a me preocupar. Fui até o aeroporto.Não havia lugar para os próximos 8 dias. Fiquei estressada.Chorei muito. Depois decidi conhecer mais um pouco da região dos lagos. Fiquei um tempo estudando um mapa da Lombardia.
Fui para Varese. Gostei da cidade.Consegui um bom hotel por um preço bem razoável e bem no centro. Dormi.Descansei bem.
No outro dia, fui ver o Lago Maggiore. Visitei Laveno e subi, pelos "Caminho dos Milagres", até uma igreja de onde se vê um belo panorama. Um milagre esse "Caminho" fez: sobrevivi a ele!
De barco, fui almoçar em Verbania Intra, onde "andarilhei" por um mercado popular muito interessante. Voltei à noitinha para Varese, jantei num belo restaurante, passeei pelo centro histórico e fui dormir depois da meia-noite. Sentia muita saudade da minha família e de alhguns amigos - o que me acontece com freqüência em viagem a lugares muito bonitos.
Passando por povoados muito bonitinhos, fui , no outro dia, ao Lago de Como.Belo lugar! Em um " funicolare", subi uma montanha para ver Brunate, uma gracinha de cidade com uma vista linda do Lago de Como. Passei o dia seguinte em Varese.Fui até a uma festa de igreja, onde comi risoto de funghi - excelente- e paguei cinco euros.
Mais uma olhada no mapa e lá vou eu para Reggio Emilia - bela cidade - novamente Firenze e Roma. De Roma , parto para Malpensa e de Malpensa para o Brasil... decidida a ficar mais tempo em 2005.